MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
15/10/2018
12 de dezembro de 2017 às 13h21 | Geral

1.500 pessoas na segurança das provas do concurso público da Câmara de Campo Grande

As provas serão realizadas neste domingo (17) nas quatro universidades da Capital

Por: Assessoria

As provas do concurso público da Câmara Municipal de Campo Grande serão realizadas no domingo (17) dentro de um dos maiores esquemas de segurança já montados no país, para impedir qualquer tipo de fraude em qualquer das etapas de elaboração, impressão e aplicação das provas aos mais de 18 mil candidatos, que concorrerão a 70 vagas oferecidas pelo legislativo. Serão mais de 1.500 pessoas envolvidas com a fiscalização, segurança e coordenação das provas.

A garantia da lisura de todos esses processos é da Fundação de Apoio à Pesquisa, Ao Ensino e à Cultura – Fapec que contará também com as presenças das policias militar e civil e do Ministério Público.

 “A Fapec tem a tradição de 35 anos de trabalho nessa área e tem evoluído muito a cada dia para garantir segurança aos candidatos a concursos públicos de que não haverá fraude no processo de seleção”, afirma Hebert Assunção, secretário executivo da fundação em Mato Grosso do Sul.

Entre os equipamentos eletrônicos de segurança, que serão usados no dia da prova, estão detectores de metais (usados inclusive nos processos de ir e vir de candidatos a banheiros e na entrada da salas de prova); Detectores de pontos eletrônicos (usados nos ouvidos). Além disso, um acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), segundo Hebert Assunção, vai reduzir a emissão de sinais em torno das quatro universidades (UFMS, UCDB, UEMS e UNIDERP) em que serão realizadas as provas em Campo Grande. “Essa medida também contribuirá muito para impedir a realização de fraudes”, afirma o secretário executivo.

Provas

O concurso público da Câmara Municipal de Campo Grande terá duas provas: a escrita objetiva de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos, seguida da prova de títulos  de caráter classificatório para os candidatos aprovados na Prova Escrita, para todos os cargos de nível superior, na proporção de 10 vezes o número de vagas.

A prova escrita terá quatro modalidades de conteúdos (Língua Portuguesa, Conhecimento Específicos, Conhecimento Básico de Informática e Noções de Administração Pública), totalizando 40 questões valendo 5 pontos cada uma. Os candidatos terão quatro horas para responder as questões. Quem acertar menos da metade das questões ou tirar zero em uma das provas está reprovado. 

Candidatos a cargos de nível superior farão a prova pela manhã, a partir das 8h: Analista de Controle Interno, Analista de Sistema, Contador, Jornalista, Publicitário, Redator, Técnico Administrativo, Técnico Legislativo e Tradutor de Libras.

Quem concorre ao nível médio fara a prova à tarde, a partir das 14h: Técnico em Informática e Técnico em Segurança do Trabalho e Assistente Administrativo. A recomendação é de que os candidatos cheguem meia hora antes desses horários.

Eles devem chegar ao local das provas munidos do original de um dos seguintes documentos de identidade: Registro Geral de Identidade, ou Carteira de Identidade Militar, ou Carteira Nacional de Habilitação (com foto), ou Carteira de Identidade Profissional emitida pelo órgão competente, ou Carteira de Trabalho e Previdência Social; e caneta esferográfica azul ou preta, com o corpo em plástico transparente.

Para saber em qual das 4 universidades de Campo Grande (UFMS, UEMS, UCDB e UNIDERP) você fará sua prova, confira no site:https://www.campograndenews.com.br/uploads/files/5239450/Diogrande.pdf . Alí estão os locais, salas e até os números das carteiras referentes a cada candidato. Tudo para que as provas sejam feitas na maior lisura, fazendo justiça a todos.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas