MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
16/12/2017
07 de dezembro de 2017 às 14h16 | Geral

Apreensões de cigarros do Paraguai quase triplicam em um ano

Entre janeiro e novembro deste ano, foram 812.824 pacotes interceptados pelo Departamento

Por: Assessoria

A Sejusp (Secretaria de Segurança Pública do Estado de MS), divulgou gráficos com o balanço de cigarros contrabandeados apreendidos pelo Departamento de Operações de Fronteira (DOF) em Mato Grosso do Sul. No comparativo com o ano passado, os números quase triplicam.

Entre janeiro e novembro deste ano, foram 812.824 pacotes interceptados pelo Departamento, o que aumenta, somando o flagrante de quarta-feira (6), quando oito caminhões foram apreendidos carregados com o produto.

A carga somou 410 mil pacotes de cigarros estejam nesses veículos, totalizando nesse momento 1.222.824 unidades retiradas de circulação.

Num comparativo de todo o ano passado, quando houve a apreensão de 458.162, os números quase triplicam.

Antes da apreensão de ontem (06), outubro tinha fechado com 236.200 pacotes, a maior apreensão considerando o mês de janeiro que teve 37.400, fevereiro com 46.500, março 46.065, em abril que chegou a 117.910, maio 56.335, junho não houve nenhuma apreensão.

Já em julho foram 4.271, agosto 200, setembro 175.443, outubro 236.200 como já citado e novembro com 92.500.

2016

Em relação ao ano passado, o número de apreensões desconsiderando os de ontem, é quase o dobro. O total de pacotes de cigarros apreendidos foi de 458.162.

Durante o ano, os meses que mais tiveram registro foram agosto com 161.116 pacotes, outubro com 91.725 e junho com 90.200.

Relembrando

A apreensão dos cigarros contrabandeados aconteceu na madrugada de ontem (06), pelo Departamento de Operações de Fronteira (DOF), entre a cidade de Maracaju e o distrito de Vista Alegre. Esta foi a maior apreensão de cigarros do Estado de Mato Grosso do Sul e uma das maiores do país, sendo a carga avaliada em quase R$ 10 milhões.

Além da mercadoria, os policiais apreenderam também um montante no valor de R$ 32.950 que seria usado para o pagamento de propina durante todo o trajeto que os oito caminhões iriam fazer até os grandes centros do país, ou seja, até chegar ao destino onde os cigarros seriam contrabandeados.

As apreensões ocorreram durante abordagens do policiamento para fiscalização na rodovia BR 267. Três condutores foram detidos e cinco abandonaram os veículos, fugiram e não foram localizados.

Os cigarros teriam como destino as cidades de Campo Grande, São Paulo (SP) e Goiânia (GO), conforme relatos dos condutores presos.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas