MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
25/07/2017
21 de junho de 2017 às 08h11 | Geral

Assembleia Legislativa celebrará centenário de Wilson Barbosa Martins

Wilson Barbosa Martins será homenageado em sessão solene na próxima segunda-feira

Por: ALMS
ALMS/Wagner Guimarães

Nesta quarta-feira (21/6), o advogado Wilson Barbosa Martins (PMDB) completa 100 anos de idade. Com profunda experiência política, como ex-prefeito de Campo Grande, duas vezes governador do Estado, deputado federal e senador da República, Dr. Wilson, como é chamado, será homenageado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul na próxima segunda-feira, às 19h30. A sessão solene é de proposição do deputado Eduardo Rocha (PMDB).

Sua vida política começou na faculdade de Direito no Largo São Francisco, em São Paulo, na década de 30. Na época, se posicionou contra o Estado Novo. Ao fim da ditadura, já em Campo Grande, ajudou a fundar a UDN. Por este partido, disputou pela primeira vez o cargo de prefeito de Campo Grande, mas perdeu para Ari Coelho.

Ocupou o cargo de secretário-geral na gestão do prefeito Fernando Corrêa da Costa e, em 1958, foi eleito prefeito de Campo Grande. O êxito administrativo o habilitou para disputar o cargo de deputado federal e foi eleito. Em Brasília, participou da crise causada pela renúncia do cargo de presidente da República por Jânio Quadros e também acompanhou o debate sobre as reformas propostas por João Goulart.

Após o golpe militar, Dr. Wilson foi cassado pelos militares e resolveu se dedicar à advocacia. Ao final dos anos 70, retomou a vida política, com a criação de Mato Grosso do Sul. Ele foi o primeiro governador eleito pelo voto direto no Estado.

Em 1986, ele se lançou candidato ao Senado da República. Neste período, ajudou na elaboração da Constituinte, ao lado de Ulisses Guimarães e Mário Covas. De 1995 a 1998, assumiu o segundo mandato como governador de Mato Grosso do Sul. “Dr. Wilson é um desbravador. Contribuiu com o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul em uma época difícil, em que o Estado não tinha indústrias, havendo somente a pecuária e agricultura. Ele inspirou muitos gestores e políticos, com seu trabalho, honestidade e espírito de superação. Por isso, realizaremos a sessão solene como forma de reconhecer o serviço prestado pelo bem do povo sul-mato-grossense”, afirmou Eduardo Rocha.  

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas