MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
14/12/2017
26 de outubro de 2017 às 14h21 | Política

Assembleia terá audiência para discutir prevenção ao suicídio

Deputados realizam audiência na próxima terça-feira

Por: Da Redação
Divulgação/AL MS

A Assembleia Legislativa realiza na próxima terça-feira (26), a partir das 14h, audiência pública, para discutir maneiras de prevenir o suicídio, em Mato Grosso do Sul. O debate terá a participação de especialistas que vão relatar quais são as causas e que situações ou doenças levam as pessoas a tomar esta atitude.

O evento foi proposto pelos deputados Rinaldo Modesto (PSDB) e Mara Caseiro (PSDB), além do subsecretário de Estado de Políticas Públicas da Juventude, Thiago Freitas. A audiência faz parte da programação do "Setembro Amarelo", que tem a intenção de justamente discutir medidas para prevenção em suicídio.

A preocupação das autoridades é porque Mato Grosso do Sul é o vice-líder no ranking nacional de suicídios entre jovens, com idades entre 15 e 29 anos. A situação causa preocupação também no âmbito nacional e mundial, já que segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a cada 40 segundos uma pessoa comete o ato extremo de tirar a própria vida.

A psicóloga do Hospital Nosso Lar, em Campo Grande, Neomar Herculano de Souza, revelou durante discurso na Assembleia, que o suicídio já é a terceira causa de morte entre jovens até 22 anos, em dados fornecidos tanto pela OMC e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Ela também divulgou que a cada 45 minutos, uma pessoa se suicida no Brasil, tendo já a oitava colocação no ranking mundial, o que mostra que o País precisa se preocupar com as causas destas mortes, entre elas a depressão, que precisa ser tratada.

Os casos de suicídios entre jovens só são superados para a violência urbana e acidentes de trânsito, como motivos de morte. “Temos que entender que o suicídio é um sintoma e que precisamos buscar as causas, que podem estar relacionadas aos transtornos mentais, a fatores genéticos e ambientais", disse a psicóloga.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas