MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
19/11/2018
23 de abril de 2018 às 11h34 | Geral

CEINF recebe revitalização através da união entre programa social e da comunidade escolar

Grupo de 100 pessoas abriram mão de algumas horas de lazer para praticar o voluntariado

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

Parceria e solidariedade marcaram o fim de semana de pais e a comunidade escolar do Ceinf “Joana Mendes dos Santos”, no Bairro Aero Rancho, que se uniram a voluntários do programa social Mãos que Ajudam, para dar cara nova a unidade escolar.

Selecionado com outras três unidades nas cidades de Corumbá, Ponta Porã e Terenos, para ganhar uma repaginação total, com pintura nova e pequenos reparos, o Ceinf recebeu um grupo de 100 pessoas que abriram mão de algumas horas de lazer para praticar o voluntariado.

O diretor de assuntos públicos do programa, Isaias de Souza Silva, explica que a ação é anual e ocorre dentro da Semana da Educação, criada pela entidade para beneficiar as creches com os serviços de limpeza e pintura. Para concorrer ao benefício, os diretores das unidades encaminham o pedido à direção da ONG, que vai ao local realizar uma vistoria e analisar a necessidade dos serviços.

Após a escolha é agendada a data do trabalho que tem um caráter social, por isso a necessidade de reunir toda a comunidade no mutirão. “O propósito é a união das pessoas em prol de um bem comum, caso contrário a ação não faz sentido”, detalhou Isaías.

A diretora da unidade, Suley Gama, diz que ficou surpresa com a escolha e muito satisfeita com o comprometimento dos pais, que passaram o sábado na unidade. O grupo dividiu as tarefas, mas quem ia terminando, oferecia apoio aos demais. Não faltou um almoço caprichado, preparado pelos próprios voluntários com alimentos doados pela comunidade.

“É uma alegria ver pais e filhos unidos em prol de uma ação tão digna, afinal o Ceinf é de toda a comunidade”, destacou Suely.

Tão importante quanto unir forças com a comunidade, a diarista Regina Nascimento de Souza conta que fez questão de participar da revitalização como forma de agradecimento pelo atendimento que o filho Renan, hoje com nove anos, teve quando estudou no Ceinf.

“Meu filho é autista e nenhuma escola tinha paciência com ele, até que ele chegou aqui no Joana Mendes e passou a ser bem cuidado. Na horas das refeições ele nunca comia, ficava sempre isolado e aqui professoras ajudavam e cuidavam para que ele fosse alimentado. Tenho uma gratidão eterna com elas”, disse emocionada a mãe.

Regina conta que abriu mão de uma diária para estar na ação com a família. “Trouxe meus filhos e meu marido para ajudar. As crianças se espelham nos pais, por isso precisamos dar bons exemplos”, destacou.

O pedreiro Osvanildo Silva dos Anjos, que tem o pequeno Izaque no berçário, endossa a opinião de Regina. “Essa ação foi uma ideia muito positiva porque as crianças já crescem com a consciência de ajudar o próximo”, pontuou.

O projeto

O programa Mãos que Ajudam trabalha em parceria com órgãos governamentais, instituições religiosas e empresas privadas para reunir recursos e otimizar projetos, visando atender um maior número de entidades assistenciais.

O objetivo é desenvolver uma cultura de solidariedade sustentável por meio da responsabilidade social. O programa realiza ações permanentes de ajuda humanitária, que mobiliza voluntários de todas as idades, por todo o país. O grupos realiza limpezas, reformas e manutenção de escolas e lugares públicos, preservando o meio ambiente, em prol do bem coletivo.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas