MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
23/10/2017
07 de agosto de 2017 às 09h34 | Trânsito

Com 90% da obra concluída, rotatória da Mato Grosso será entregue no dia 16

O reordenamento do trânsito na rotatória da Mato Grosso/Nelly Martins é um projeto de 2014 que a atual gestão destravou

Por: PMCG

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, visitou ontem (6) a obra de readequação viária da rotatória da Avenida Mato Grosso com a Nelly Martins, também chamada de Via Parque. A obra já está 90% concluída e será entregue no dia 16 de agosto.

“Nesta rotatória circulam uma média de 30 mil veículos por dia. Será um dos presentes para a nossa cidade, resolvendo um problema que há muitos anos atrapalha a vida de quem reside e transita na região”, declarou o prefeito.

O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, explica que os semáforos já estão instalados, faltando apenas o recapeamento da rotatória, de uma das pistas da Mato Grosso, sentido Centro-bairro, 200 metros da Mato Grosso, no Santa Fé, e a grama dos canteiros e da rotatória. “No dia 16 entregaremos a obra”, garantiu.

O conjunto semafórico da rotatória e mais os semáforos do entorno funcionarão de forma sincronizada para garantir maior fluidez ao trânsito na região, que inclui dois cruzamentos da Rua Antônio Maria Coelho (com Rua Ingazeiro e Avenida Nelly Martins) e da  Avenida Mato Grosso com Rua Antonio Teodorowick, acesso à região do Bairro Carandá.

O tempo de funcionamento do verde e do vermelho será regulado conforme o fluxo pela manhã (maior em direção ao Parque dos Poderes) e a tarde (do Parque dos Poderes para o centro da cidade).

O Projeto

O reordenamento do trânsito na rotatória da Mato Grosso/Nelly Martins é um projeto de 2014 que a atual gestão destravou. Há mais de uma década o local, por onde circulam em média 30 mil veículos diariamente, registra congestionamento no início e final do expediente. Em convênio com o Detran/MS, estão sendo investidos R$ 1.623.015,50.

Basicamente, o projeto consiste na instalação de um conjunto de semáforos para regular o fluxo do trânsito na rotatória, que perdeu dois metros de circunferência e passou a ter  duas faixas adicionais de rolamento. Esta alteração permite que, ao invés de um, três veículos trafeguem de forma simultânea.

Antes, embora houvesse espaço suficiente para dois carros passarem, via de regra, só um acabava circulando de cada vez. O resultado eram os congestionamentos diários, sobretudo, nos horários de pico, especialmente pela manhã e ao final da tarde, coincidindo com o início e o término do expediente nas repartições públicas instaladas no Parque dos Poderes.

Além de diminuir o tamanho da rotatória, houve redução de dois metros de canteiro central (de cada lado) da Mato Grosso (numa extensão de 300 metros na direção do Parque dos Poderes e 80 de metros no sentido centro/bairro). Com isto, nestes trechos a avenida vai ganhar duas pistas adicionais, ficando três para o trânsito de veículos e uma quarta para o transporte coletivo.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas