MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
25/07/2017
03 de julho de 2017 às 14h24 | Geral

Com contratação de agentes penitenciários sobe para 320 o número de servidores nos presídios

O maior número de servidores será lotado em Campo Grande, representando 20% do total

Por: GOVMS
Divulgação/GOVMS

Mais 120 novos agentes penitenciários estão sendo incorporados, nesta segunda-feira (3.7), pelo Governo do Estado para atuarem em presídios, desenvolvendo funções nas áreas de Segurança e Custódia, Administração e Finanças e Assistência e Perícia.

Com isso, já são 320 novos servidores, todos com nível superior, inseridos no quadro funcional da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) este ano; em maio outros 200 foram convocados para a posse.

Conforme quadro de vagas divulgado pela Agepen, o maior número de servidores será lotado em Campo Grande, representando 20% do total, seguido de Corumbá e Dourados, tendo em consideração as três áreas de atuação dos agentes penitenciários estaduais.

Dentre as vagas disponibilizadas, foram convocados 84 servidores para trabalharem na Segurança e Custódia, dos quais 80% homens; 12 para a área de Assistência e Perícia e 24 para Administração e Finanças.

Para a nova agente penitenciária da área de Segurança e Custódia, Thaís Velozo Masano, 26 anos, que irá trabalhar no Estabelecimento Penal Feminino de São Gabriel do Oeste, a nova profissão é uma importante conquista. “Me sinto muito feliz e espero adquirir o máximo de conhecimento possível e, assim, poder somar na equipe”, garantiu, ao comemorar o primeiro cargo público que assume.

A inclusão dos novos agentes penitenciários, segundo o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, irá colaborar para qualidade dos atendimentos relacionados ao sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul. “Com certeza, esse reforço em nosso quadro profissional irá possibilitar que avancemos em nossos projetos de reinserção, além de fortalecer a segurança em nossas prisões, contribuindo diretamente para a tranquilidade da população”, ressalta.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas