MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
23/01/2021
22 de dezembro de 2020 às 09h32 | Educação

Com ensino à distância, reeducandos encontram na educação esperança e oportunidades

Para celebrar o encerramento do ano letivo em unidades penais de Mato Grosso do Sul, a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) realizou pequenas cerimônias como um ato simbólico para prestigiar os reeducandos que se esforçaram

Por: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
As solenidades foram coordenadas pela Diretoria de Assistência Penitenciária, por meio de sua Divisão de Educação, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SED) e instituições de ensino superior, e contaram com o apoio da direção dos presídios, através do setor educacional. Na capital, o Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFIIZ) realizou a formatura de cinco alunas, sendo uma que concluiu todo o Ensino Fundamental e quatro que finalizaram o Ensino Médio. A Escola Estadual Polo Profª. Regina Lúcia Anffe Nunes Betine é responsável pelo ensino regular dentro da unidade e realizou a cerimônia de forma virtual, respeitando os protocolos de biossegurança por conta da pandemia. Por meio de live, a diretora da escola, profª. Eliene Flores, parabenizou as internas pela conquista. “Nós sabemos que foi um ano muito difícil, porque não tiveram a presença pedagógica para estar auxiliando no processo de ensino/aprendizagem, mas vocês se mostraram persistentes, não desistiram, se esforçaram e conseguiram a vitória no final do ano”, enfatizou. Já a diretora de Assistência Penitenciária, Elaine Arima, afirmou que a educação nunca foi feita apenas de forma apostilada como aconteceu neste ano atípico. “Talvez isso dê continuidade nos próximos anos, não sabemos ainda, mas mostrou de alguma forma que é possível fazer uma educação híbrida, misturando o presencial e o virtual, com suporte do material impresso”, garantiu. Além disso, Arima ressaltou o importante apoio da unidade penal na produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para o combate à proliferação do coronavírus em diversas instituições. “Foram 22 unidades penais que produziram em todo o estado e o EPFIIZ foi um dos que se destacou, sempre realizam um lindo trabalho em prol da comunidade e todas vocês fazem parte desse contexto”, revelou.
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas