MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
19/07/2018
03 de maio de 2018 às 13h05 | Educação

Comissão organizada pela Semed fará estudos para incrementar aulas práticas da escola agrícola

Produtores colocaram propriedades à disposição dos alunos para que elas participem de aulas práticas

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

A secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, participou de reunião nessa quarta-feira (2) com representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Ciências e Tecnologia (Sedesc), produtores rurais da Região das Três Barras e a direção da escola municipal agrícola “Arnaldo Estevão de Figueiredo”, para discutir parceria na elaboração de um planejamento estratégico que visa ampliar e incrementar as aulas práticas dos alunos.

A secretária explica que integrantes da Associação de Produtores e Moradores da Região das Três Barras tiveram um primeiro encontro com o prefeito Marquinhos Trad para oferecer apoio à escola. “Tivemos a ideia de realizar a reunião na própria escola para que eles pudessem ver todas as melhorias que já foram feitas no local desde o início da gestão”, informou.

Ainda segundo Elza, os produtores colocaram suas propriedades à disposição dos alunos para que elas participem de aulas práticas e conheçam projetos e atividades que ainda não estão disponíveis na escola, como a apicultura. “Conversamos sobre a implantação de módulos de produção dentro da disponibilidade da área da escola, além de várias atividades e parcerias que podem ser firmadas a partir da realização deste estudo que iremos fazer. Foi muito produtivo o encontro porque eles tinham uma visão da escola anterior ao ano passado e agora puderam observar a realidade atual e como ela está melhorando”, destacou.

Na opinião da secretária, o apoio oferecido será fundamental na formação dos alunos. “Teremos uma ajuda importante, até mesmo com materiais que podem aprimorar as aulas práticas, dessa forma eles sairão melhor preparados para o mercado de trabalho”, disse.

O gerente de produção animal da Sedesc, Jober Guimarães, pontuou que a ideia é realizar um mapeamento das atividades já realizadas na escola para implantar ações que, de fato, irão atender a realidade local. “Esse diagnóstico já estamos buscando desde o ano passado. Fazer esse plano de ação é primordial para decidir o que deve ser implantado no local”, ressaltou.

Segundo Jober, esse planejamento também irá facilitar o fechamento de parcerias com instituições como a Embrapa, que já demonstrou interesse em hortamed1 colaborar na implantação de um sistema de integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), que visa promover a recuperação de áreas de pastagens degradadas agregando, na mesma propriedade, diferentes sistemas produtivos, como os de grãos, fibras, carne, leite e agroenergia, diversificando as atividades econômicas.

Secretário da Associação dos Produtores e Moradores da Região das Três Barras, Valdeci Feltrin, disse que ficou satisfeito com a receptividade da atual gestão. “Queremos colaborar com o crescimento da escola. Quem sabe podemos, no futuro, até oferecer estágio aos alunos em nossas propriedades para que eles conheçam outros tipos de produção. O importante é que com essa comissão teremos um canal aberto para darmos sugestões”, disse.

Melhorias

Desde o ano passado a direção da escola agrícola, em parceria com a Semed, tem reativado setores e atividades que estavam paralisadas há alguns anos. Um dos exemplos é o aviário, que hoje conta com duas unidades, que totalizam uma produção de mais de 400 ovos por semana.

Galinhas

No início do ano foram feitos diversos serviços de reparos, como pintura nas salas do 6º ao 9º anos e instalação do cercado da área de pasto para os bovinos. Foram fincados 1.520 postes e esticado cinco linhas de arame, totalizando 19 mil metros de material.

Ainda está previsto para os próximos meses, a criação de piquetes com cerca elétrica para isolar os bovinos que são utilizados nas aulas técnicas. A intenção foi proporcionar para os alunos o melhor manuseio do pasto e dos animais. A diretora da unidade, Maria Kátia Miranda da Silva, também comemora a recente criação de uma horta medicinal, onde os alunos estão conhecendo as propriedades dos diversos tipos de plantas e sua utilização através de chás.

Maria Kátia explica que está firmando parceria com o Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) para que um profissional especialista em culinária do campo vá até a unidade ministrar palestra para os alunos e profissionais da escola.

“Esta comissão formada com os produtores rurais será de grande importância para a formação dos alunos, que sairão preparados para atender as demandas da região, já que a criação de novas atividades será focada na realidade local”, concluiu.

Também participaram da reunião, a secretária-adjunta de Educação, Soraia Campos, a superintendente de Gestão e Normas da Semed, Alelis Izabel de Oliveira Gomes e o presidente da Associação dos Produtores e Moradores da Região das Três Barras, João Landim, acompanhado por uns dos diretores da entidade, Osvaldo Alves Rodrigues.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas