MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/09/2017
15 de abril de 2017 às 11h28 | Geral

Conhecido pelos atoleiros, Capão Seco terá pavimentação concluída até outubro

No primeiro semestre do ano que vem será executado o segundo trecho da MS-258

Por: Da Redação
Divulgação

Parte integrante de um dos eixos rodoviários estratégicos para encurtar distâncias no escoamento da produção agropecuária de grandes e pequenos produtores, a pavimentação da primeira etapa da MS-258 pelo Governo do Estado, em Sidrolândia, tem conclusão prevista para outubro deste ano. O trecho é conhecido pelo isolamento em período de chuvas.

Conhecida como Capão Seco, a região cortada pela MS-258 é um importante polo agrícola em franca expansão, distante apenas quilômetros de Campo Grande. O asfalto vai reduzir em até quilômetros o transporte da produção aos centros de beneficiamento, integrando a rodovia a um corredor formado pela BR-060, BR-163 e ainda a MS-455, MS-162 e MS-466, que demandam a Dois Irmãos do Buriti, Nioaque, Rio Brilhante, Maracaju e Nova Alvorada do Sul.

“Isso aqui vira um atoleiro na chuvarada, não dá nem vontade de sair do sítio. Mas agora com o asfalto tudo vai mudar”, aposta o pequeno produtor Aparecido Santos Alves, 56 anos, um dos três mil parceleiros do Assentamento Eldorado que serão beneficiados pela obra. “Muita produção se perdia quando a chuva impedia a saída de caminhões”, lembra.

 “Esse ‘miolo’ do Estado vai ficar muito bem servido pelas estradas estaduais e queremos chegar a BR-267, cuja integração também beneficiará o turismo e atração de novos empreendimentos à região”, disse o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli.

Segundo trecho - Segundo Miglioli, é compromisso do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) lançar no primeiro semestre do próximo ano a execução do segundo trecho da MS-258, que compreende 22 quilômetros entre o entroncamento com a MS-455 e a BR-163 (distrito de Anhandui). O lote um, em obras, tem 28 quilômetros, orçado em R$ 23,7 milhões. O serviço segue normalmente, depois das interrupções causadas pelas fortes chuvas que caíram no sul do Estado nas últimas semanas.

O primeiro trecho de asfalto surge a partir do entroncamento da MS-258 com a MS-060, a 10 quilômetros de Sidrolândia, onde é intensa a movimentação de máquinas e operários entre plantações de milho.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas