MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
30/11/2020
06 de abril de 2020 às 13h31 | Saúde

COVID-19: barreiras sanitárias já abordaram 27 mil pessoas desde do início das atividades

Dados da Comissão de Controle Sanitário de Mato Grosso do Sul (CCS/MS) mostram nesta segunda-feira (6.4) que 27,1 mil pessoas foram abordas nos postos fiscais terrestres e no Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Por: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
O Posto Fiscal XV de Novembro, localizado na BR-267, no município de Bataguassu, divisa com São Paulo, realizou 5.158 abordagens. O Posto Fiscal Jupiá, em Três Lagoas, abordou 11.421 pessoas; Posto Fiscal Ilha Grande, em Mundo Novo, 1.263 pessoas; Posto Fiscal Ofaié, no Município de Anaurilândia, 1.546 pessoas. A base de fiscalização Campo Bom, no município de Chapadão do Sul, registrou 1.555 abordagens. O Posto Esdras, em Corumbá, registrou 769 casos. As demais unidades totalizam 4.488 atendimentos. O Aeroporto Internacional de Campo Grande registrou 939 casos. Com o Posto de Corumbá e mais as unidades do Ceasa e Guia Lopes da Laguna, que contam com o apoio de servidores do Iagro, o Estado conta atualmente com 17 barreiras sanitárias em operação. Casos suspeitos de Covid-19 Até o momento, pelo menos 14 pessoas foram orientadas a procurarem uma unidade de saúde após apresentarem algum tipo de sintoma. A maioria dos casos foi no Aeroporto Internacional de Campo Grande, sendo seis casos registrados. Os demais foram nos postos de Mundo Novo; Chapadão do Sul; Jupiá; Três Lagoas e no Posto Fiscal Foz do Amambai. Repatriados Pelo Posto Esdras, em Corumbá, 769 repatriados chegaram vindos da Bolívia. Deste total, 17 pessoas foram identificadas como casos suspeitos de Covid-19. No entanto, todos passaram por infectologistas e todos os casos suspeitos foram descartados. Portanto, a Comissão de Controle Sanitário de Mato Grosso do Sul (CCS/MS) informa que não há casos positivos no grupo. Mesmo assim, todos deverão cumprir a quarentena nas suas respectivas cidades obedecendo os protocolos de segurança. Todos serão acompanhados por técnicos da Anvisa em seus respectivos destinos.
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas