MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
23/10/2017
24 de julho de 2017 às 15h46 | Geral

Curso da Fiems vai orientar empresários de Corumbá sobre como pagar menos impostos

Os interessados podem fazer a inscrição pelo telefone (67) 3231-4689 ou por e-mail

Por: Fiems

A Assessoria Sindical da Fiems, por meio do PDA (Programa de Desenvolvimento Associativo), realizará, nesta terça-feira (25/07), a partir das 8 horas, no Senai de Corumbá, o curso “Como pagar menos tributos?”. Os interessados podem fazer a inscrição pelo telefone (67) 3231-4689 ou pelos e-mails pda@fiems.com.br e sindicato.corumbá@fiems.com.br, sendo que a capacitação é gratuita.

Segundo a técnica de suporte em PDA da Assessoria Sindical da Fiems, Aline de Paula Cardoso, em virtude do sucesso da primeira vez em que o curso foi realizado na cidade em maio deste ano, os empresários e contadores corumbaenses solicitaram o retorno do especialista Sergio Henrique Conceição, que é bacharel em Ciências Contábeis e em Direito, além de auditor em planejamento tributário com mais de 20 anos de experiência atendendo várias empresas do Brasil.

Ela destaca que durante o curso, uma parceria com Sebrae e CNI (Confederação Nacional da Indústria), serão discutidas questões como as características dos regimes tributários Simples, Lucro Presumido e Lucro Real. “O curso é voltado para empresários, contadores e gestores financeiros. Essa qualificação objetiva, dentre outras coisas, proporcionar condições para avaliar as melhores alternativas de pagamento de tributos para os empreendimentos”, pontuou.

Ao longo da capacitação, ainda será demonstrada de que forma a complexidade dos regimes tributários e a alta carga tributária comprometem na competitividade do setor que a empresa atua. De acordo com Sérgio Conceição, conhecer bem o sistema fiscal brasileiro é imprescindível para as empresas, tendo em vista a já elevada carga tributária do Brasil.

Conforme dados do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), o Brasil está entre as 30 nações com maiores cargas tributárias do planeta e lidera o ranking na América Latina. A carga tributária brasileira é maior que a de países como Estados Unidos, Canadá, Japão e Rússia e correspondeu, em 2012, a 36,27% do Produto Interno Bruto (PIB) do País, batendo recorde de arrecadação, com R$ 1,59 trilhão. O Brasil está bem acima da média tributária mundial, de 27,1%, e da média latino-americana, que é de 28,1%.

Em meio à elevada taxa tributária em que está sujeito a pagar, o setor industrial é um dos que mais são penalizados, pois as empresas acabam por ser obrigadas a diminuir a produção, aumentar o valor de seus produtos e, consequentemente, perdem competitividade. Entre impostos, taxas e contribuições, as indústrias chegam a pagar, nos níveis federais, estaduais e municipais, pelo menos, dez tributos diferentes.

Serviço – O Senai de Corumbá fica na Alameda São José, 10, Bairro Maria Leite

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas