MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/09/2017
23 de maio de 2016 às 14h41 | Geral

Defensoria Pública de MS convoca servidores para censo previdenciário

Recenseamento será promovido entre os dias 13 de junho e 29 de julho

Por: G1

A Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul está convocando todos os seus servidores para que  participem entre os dias 13 de junho e 29 de julho do censo previdenciário. A iniciativa faz parte de um amplo recenseamento que está sendo promovido pelo governo do estado para todos os servidores públicos estaduais da ativa, aposentado e pensionistas da administração direta e indireta dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, assim como do Ministério Público e do Tribunal de Contas, além da própria Defensoria, que são segurados pelo regime próprio de previdência social do estado (MS-Prev).

Segundo a resolução da Defensoria Pública do estado, a partir do dia 6 de junho os servidores deverão fazer um agendamento pelo site www.censo.ms.gov.br para o atendimento. O recadastramento será feito com o comparecimento do próprio segurado no local e horário determinados previamente e com a apresentação de documentos pessoais.

O servidor que estiver impossibilitado de comparecer ao local indicado, seja por problema de locomoção ou de saúde, deverá solicitar uma visita domiciliar do recenseador. O recenamento será feito em 20 polos presenciais instalados nas cidades de: Campo Grande, Bataguassu, Costa Rica, Corumbá, Dourados, Naviraí, Ponta Porã, Três Lagoas, Coxim, Bela Vista, Mundo Novo, Nova Andradina, Jardim, Miranda, Paranaíba, São Gabriel do Oeste, Aquidauana, Ivinhema, Amambai e Rio Brilhante. O trabalho também contará com um polo itinerante, que atenderá em Maracaju.

A Defensoria alerta que o segurado que não fizer o recenseamento terá seu pagamento bloqueado, ficando o restabelecimento condicionado ao comparecimento dele na Secretaria de Gestão de Pessoal do órgão.

O censo

Segundo o governo do estado, entre os objetivos do censo estão criar, atualizar e consolidar o Cadastro Nacional de Informações Sociais dos Regimes Próprios de Previdência Social.

Além disso, o censo também tem a meta de possibilitar a integração de sistemas e bases de dados, e ainda melhorar a qualidade das informações sobre os segurados, visando aprimorar a prestação de serviços, como, por exemplo, a concessão de aposentadorias e pensões.

Para realizar o censo, o governo do estado contará com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), já que foi um dos contemplados com o projeto Proprev, do Ministério do Trabalho e Previdência Social.

Cerca de 70 mil servidores vinculados ao MS-Prev, entre ativos, aposentados e pensionistas, devem realizar a atualização cadastral, segundo previsão do governo do estado.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas