MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
26/02/2021
17 de dezembro de 2020 às 17h25 | Saúde

Durante pandemia, jovens dão exemplo e evitam aglomerações para evitar contaminação

Dados do Painel Mais Saúde do Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado de Saúde, mostram que os jovens são os que mais têm sido infectados pelo coronavírus em Mato Grosso do Sul, porém são os que menos vem a óbito, portanto os que mais co

Por: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
Atualmente, dos 114.631 casos confirmados (informação do dia 15/12), 20%, ou seja, 23.468 pessoas têm entre 20 e 29 anos, além disso, 24% possuem entre 30 e 39 anos, o equivalente a 27.956 pessoas. Mas se por um lado, são os jovens que mais contraem a doença, são eles os que mais se recuperam, principalmente, porque são do grupo que geralmente apresentam menor índice de comorbidade. Somando as duas faixas etárias (20 a 39 anos), as mortes atingem 4% do total, enquanto que a recuperação é de 46%. Os números mostram o que a secretária-adjunta, Christine Maymone, tem reafirmado constantemente, nas transmissões ao vivo, de que ao participar de eventos com aglomerações, os jovens podem ser os transmissores dos vírus aos grupos de risco. “Se for necessário sair, para trabalhar ou outros motivos importantes, evitem aglomerações, usem máscaras, mantenham o distanciamento e higienizem as mãos”. A afirmação da secretária adjunta é explicada justamente porque do lado oposto, os mais idosos, os de grupo de risco que estão acima dos 60 anos, alcançam os 76% dos óbitos pelo vírus e apenas 11% dos recuperados.
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas