MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
20/04/2018
19 de fevereiro de 2018 às 14h27 | Educação

Educação de MS é destaque em revista de circulação nacional

SED fez parceria com municípios para a construção do currículo de MS

Por: GOV MS
Divulgação/GOV MS

 

As contribuições de Mato Grosso do Sul na construção da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e o Regime de Colaboração formado no Estado chamaram a atenção da revista Gestão Escolar, que este mês traz na capa um debate sobre a BNCC.

A matéria principal da revista compartilha a parceria da Secretaria de Estado de Educação (SED) com os municípios para a construção do currículo de Mato Grosso do Sul. “Nossa intenção não é só implantar a Base e criar currículo em conjunto, mas ensinar as redes municipais a fazer o documento. Se mais adiante eles quiserem fazê-lo, saberão o passo a passo”, destacou o superintendente de Políticas para a Educação, Hélio Queiroz Daher, na publicação. Na proposta de MS, cada Secretaria Municipal de Educação envia um representante para uma formação na Capital, para que aprenda a construir o currículo e possa formar os coordenadores das escolas de sua cidade.

O Regime de Colaboração conta com o apoio da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e já reúne 45 municípios sul-mato-grossenses, uma ação que tem proporcionado a integração dos principais atores da educação básica e que apresenta benefícios para estudantes e professores. “O aluno, quando é transferido de uma rede para outra, continuará na mesma sequência de conteúdo e o professor que trabalha nas duas redes não encontrará propostas curriculares diferentes no Estado e no Município. O currículo, construído em conjunto, facilitará o trabalho do professor e aprendizagem do estudante”, afirma a secretária da SED, Maria Cecilia Amendola da Motta.

Ela vem em destaque na capa da revista junto com o superintendente Daher, a coordenadora de Gestão Escolar Mary Nilce Peixoto, e um grupo de diretores de escolas da Rede Estadual de Ensino.

Sobre a BNCC

O presidente Michel Temer e o ministro da Educação Mendonça Filho homologaram em dezembro a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que estabelece com clareza aquilo que todos os estudantes têm o direito de aprender em cada etapa da educação básica. Com a nova norma, o Brasil terá pela primeira vez uma base comum da educação infantil e do ensino fundamental, que servirá de parâmetro para a construção dos currículos pelas redes de ensino e escolas públicas e privadas.

Logo após a homologação do documento, que foi aprovado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), começaram as ações para levar os novos parâmetros estabelecidos na BNCC às salas de aula. As redes de ensino municipais e estaduais, as escolas e os professores são os protagonistas desse processo de implementação.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas