MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/09/2017
16 de maio de 2016 às 08h19 | Política

Em Três Lagoas bloco definirá candidato a prefeito através de pesquisa

PMDB, PSB, PPS, PEM, PSL, PSC e PSDC anunciam possível coligação para eleições

Por: Jornal do Povo
Assessoria

Um bloco composto, agora, por sete partidos políticos, se reuniu na noite da última sexta-feira (14), pela segunda vez em maio, para definir rumos de sua atuação na campanha eleitoral em Três Lagoas.   Na primeira reunião, há uma semana, eram quatro siglas.

O grupo autodenominado “Em defesa de Três Lagoas” procura um nome de consenso para disputar a sucessão da prefeita Márcia Moura (PMDB). As negociações começaram, porém, há quatro meses. Na semana passada se reuniram PSB, PPS, PEN e PMDB. Ontem, PSDC, PSL e PSC se juntaram ao grupo.

O anúncio da entrada de novas agremiações ocorreu no salão de eventos Vila Vicentina, com a presença dos presidentes das siglas, da deputada federal Tereza Cristina, presidente do diretório regional do PSB, e do ex-deputado estadual, e ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, Cícero de Souza (PSB). Oito dos 17 vereadores da cidade também foram ao encontro.

Segundo o presidente do diretório municipal do PMDB, Eduardo Rocha, já existem conversas “adiantadas” com PDT, PROS e DEM.  “Nossa intenção é formar um bloco com o maior número possível de partidos para disputar e vencer as eleições, assim como fizemos em outros pleitos e nunca perdemos”, destacou Rocha.

Preferido

A expectativa do encontro foi presença de Cícero de Souza, de quem era aguardado anúncio da pré-candidatura a prefeito. O pecuarista disse que não é uma decisão simples.

Entretanto, durante o discurso, disse que “ainda não é candidato”. A frase foi suficiente para arrancar aplausos das lideranças políticas e das cerca de 300 pessoas presentes. Porém, em entrevista, Cícero foi cauteloso e apontou dificuldades devido a negócios particulares. Mesmo assim, afirmou que se não disputar a eleição, irá apoiar o bloco e o candidato escolhido.

Foi anunciado que a definição do nome sairá por meio de uma pesquisa, entre outros critérios. “Temos que ter um representante a altura de Três Lagoas, e somente com a união desses partidos é que vamos escolher um bom nome. Ninguém ganha eleição na véspera, e já tivemos exemplos, inclusive aqui”, alertou o pecuarista.

Tereza Cristina destacou a importância de se escolher um bom nome para representar a cidade. “Não podemos deixar acontecer como ocorreu em Dourados, em Campo Grande e na Câmara Federal, que virou motivo de chacota com o Waldir Maranhão. Temos que escolher bem os nossos representantes. Três Lagoas tem a terceira maior economia do Estado, é referência nacional. Temos que ter alguém para conduzir o barco no rumo certo” declarou.

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas