MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
26/07/2017
17 de fevereiro de 2017 às 10h31 | Geral

Empreendedores de MS esperam melhoras para 2017

Pesquisa do Sebrae apontou que mais de 60% dos empresários projetam um ano melhor para os negócios

Por: Assessoria

De acordo com a Pesquisa de Expectativa realizada pelo Sebrae no fim do ano passado, 62,6% dos empresários do Brasil projetam que 2017 será melhor que 2016. Foram entrevistados 6.617 donos de pequenos negócios em todo o país, entre outubro e novembro do ano passado. Em Mato Grosso do Sul, o índice ficou em 62,4%.

Segundo os dados levantados, mais da metade (55,8%) dos empreendedores do estado pretende adotar novas medidas para estimular vendas em seu negócio, e 29% apontam o investimento em propaganda e marketing como principal ação nesse sentido. A modernização também se destacou: 33,5% dos entrevistados em Mato Grosso do Sul querem atualizar seu empreendimento e adotar novas técnicas.

Com a visualização de um cenário mais favorável para 2017, algumas pessoas apostam em uma mudança de rotina com a abertura do próprio negócio. É o caso de Naila de Campos Soares, que é fisioterapeuta e pretende abrir uma conveniência ainda neste ano, junto com uma amiga. “Faz tempo que estou na empresa em que trabalho, e eu cansei um pouco, não estou mais rendendo. Quero dar uma mudada. Minha amiga teve a ideia e me chamou; inicialmente queríamos abrir um bar, mas analisamos e optamos pela conveniência”.

Para Naila, o começo do ano foi fundamental na hora de mudar o cotidiano e apostar em um novo negócio. “Não dá para ficar parado, e antes de começar qualquer coisa tem que analisar bem para não dar tudo errado”. Naila diz que apostará em inovação e propostas diferenciadas para fazer o empreendimento caminhar.

A fisioterapeuta explica que ainda vai continuar atendendo a pacientes particulares, mas se demonstra otimista quanto ao futuro da nova empresa. “Inicialmente, esse negócio seria outra opção, outra fonte de renda. Conforme a gente for se dedicando, acredito que vai engrenar e posso me dedicar exclusivamente a ele. A gente acha que vai dar certo, mesmo porque a ideia que a gente tem é fazer um conceito diferente do que já é aplicado”.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas