MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
19/12/2018
08 de agosto de 2018 às 08h43 | Educação

Encerram no dia 13 de agosto 121 editais da merenda escolar na Rede Estadual de Ensino

A aquisição de alimentos faz parte dos recursos dentro do Programa Nacional de Alimentação Escolar

Por: GOV MS

Em 121 escolas da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul há editais da merenda escolar em aberto até o dia 13 de agosto para compra de alimentos da agricultura familiar. De norte a sul do Estado, essas instituições de ensino estão situadas em 48 municípios.

Campo Grande, Amambai, Anastácio, Angélica, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Aral Moreira, Bataguassu, Bela Vista, Bonito, Caarapó, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Coronel Sapucaia, Corumbá, Coxim, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Eldorado, Figueirão, Glória de Dourados, Iguatemi, Itaporã, Ivinhema, Jardim, Jateí, Juti, Ladário, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Tacuru, Taquarussu, Terenos, Três Lagoas e Vicentina são as cidades relacionadas às 121 escolas públicas.

A aquisição de alimentos faz parte dos recursos dentro do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). Os interessados devem consultar os editais pelo endereço eletrônico Cheff Escolar ou acessar o site da Secretaria de Estado de Educação (SED) e procurar, na lateral direita do monitor, a opção Agricultura Familiar – Chamada Pública.

Os editais aumentaram de 118 para 121 em aberto até o dia 13 de agosto. Isso porque três escolas lançaram chamadas públicas para esta mesma data, são elas:

EE Eldorado, município de Eldorado;

EE Peri Martins, município de Bataguassu;

EE Célia Martins Naglis, de Campo Grande.

Caso necessite de auxílio na elaboração do projeto de venda, o agricultor pode buscar o escritório da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) mais próxima.

Conforme a Lei nº 11.947, de 16/6/2009, no mínimo 30% do valor repassado pelo Pnae deve ser investido na compra direta de alimentos da agricultura familiar. Uma forma de estimular o desenvolvimento econômico e sustentável nas comunidades.

As escolas têm autonomia para estipular não apenas a data limite de entrega dos documentos como também o horário de recebimento dos envelopes. Por isso é imprescindível que o agricultor familiar consulte o edital da escola para qual pretende comercializar os seus produtos.

Os agricultores familiares também podem conferir abaixo a relação das escolas com chamadas públicas em aberto até o dia 13 de agosto. Confira a relação de todas as escolas.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas