MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
24/04/2019
09 de dezembro de 2018 às 10h45 | Geral

Enem para mais de mil detentos do Estado será aplicado a partir de terça-feira

As provas serão aplicadas nos dias 11 e 12 de dezembro para detentos de três municípios

Por: Da Redação
Divulgação/GOV MS

Mais de mil pessoas que cumprem pena em estabelecimentos de segurança de Mato Grosso do Sul serão submetidas ao Enem PPL (Exame Nacional do Ensino Médio para Privadas de Liberdade) na próxima semana. As provas serão aplicadas nos dias 11 e 12 de dezembro para detentos de pelo menos três municípios do Estado.

Ao todo, 1.054 presos se inscreveram para realizar o exame, sendo 1.015 somente nos presídios estaduais. Desses, 338 internos são de Campo Grande, enquanto 119 são de Dourados e 109 de Três Lagoas, conforme apontam números da Divisão de Educação da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

Também realizam o exame 28 detentos da Penitenciária Federal de Campo Grande e 11 adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em Uneis (Unidades Educacionais de Internação).

Na terça-feira, primeiro dia do exame, serão aplicadas as provas de linguagens, redação e ciências humanas. Os candidatos terão cinco horas e 30 minutos para responder aos questionários. No segundo dia, será a vez das provas de ciências da natureza e matemática, com o mesmo período de duração.

Os candidatos, com idade a partir de 18 anos, poderão utilizar o desempenho obtido como mecanismo único, alternativo ou complementar para acesso à educação superior, conforme o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira)

O acesso ao ensino superior também pode ser alcançado por meio da inscrição no Sisu (Sistema de Seleção Unificada), assim como pelo ProUni (Programa Universidade para Todos) e do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

Para realização do Enem PPL, cada unidade prisional ou socioeducativa tem um responsável pedagógico pela realização e acompanhamento das inscrições, ensalamento, transferência de participantes entre as unidades, se for o caso, dentro do prazo previsto para inscrição, além da exclusão de participantes que tiverem sua liberdade decretada.

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas