MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
22/09/2017
30 de junho de 2017 às 10h34 | Educação

Escolas públicas ficam sem aula nesta sexta-feira em MS

Professores cruzaram os braços em protesto às reformas previdenciárias e trabalhista

Por: G1
Divulgação/SED

Escolas públicas de Mato Grosso do Sul começaram a sexta-feira (30) sem aula. Professores decidiram cruzar os braços em apoio à greve nacional em pretesto às reformas trabalhista e previdenciária.

A previsão é que todas as escolas da rede estadual não funcionem. Hoje, segundo a Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), são cerca de 280 mil alunos em escolas do estado.

Campo Grande

Além das escolas estaduais, unidades de ensino da rede municipal de Campo Grande também vão ficar sem aula. Mas de acordo com o Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública (ACP), a paralisação não deve atingir todas as escolas.

Corumbá

Segundo o sindicato das escolas públicas da região do Pantanal, haverá paralisação tanto nas escolas da cidade quanto de Corumbá (MS) quanto de Ladário (MS). Em Corumbá, 11 unidades da rede estadual devem fechar as portas e cerca de 16 mil alunos da rede municipal não terão aula nessa sexta.

Ladário

Em Ladário são seis mil alunos e mais de 500 professores e profissionais administrativos que também devem parar as atividades. Os docentes da UFMS também aderriram à frente em assembleia no dia 26 de junho.

Dourados

Em Dourados, no sul de Mato Grosso do Sul, são cerca de 48 mil estão sem aula, assim como estudantes da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e da Universidade da Grande Dourados (UFGD).

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas