MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
12/12/2017
26 de setembro de 2017 às 14h58 | Geral

Governo do Estado vai implantar programa de modernização administrativa para reduzir os gastos públicos

Reinaldo Azambuja disse que o BID aprovou a segunda etapa do Profisco

Por: GOV MS
Divulgação

O Governo de Mato Grosso do Sul implanta até o fim deste ano arrojado programa de modernização administrativa com foco na redução dos gastos públicos. O anúncio foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja, durante assinatura de convênios com a prefeitura de Campo Grande, onde o Estado repassa ao município ferramentas de prevenção e combate à corrupção e cede o espaço hoje ocupado pela Cidade do Natal.

Reinaldo Azambuja disse que o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) aprovou a segunda etapa do Programa de Modernização da Administração Tributária, Financeira e Patrimonial (Profisco), que desenvolverá projetos nas áreas de gestão e transparência, tributação e administração financeira. Na primeira fase, entre 2010/2016, o Estado evoluiu em áreas como a virtualização das operações tributárias e aprimoramento do fisco estadual.

Novo desafio

 “Evoluímos muito na parte da transparência, saindo de uma nota 1.4 para um dez no painel da rede, e agora estamos nos preparando para enfrentar o não crescimento da receita nos últimos anos e a recessão econômica”, afirmou o governador. “E o caminho é gastar menos, com eficiência, e melhorar nas compras governamentais e contratações. Somos o Estado com a menor estrutura administrativa, mas o controle dos gastos deve ser contínuo”, frisou.

Segundo Reinaldo, o novo financiamento do Estado com o BID, no valor de R$ 150 milhões, será assinado nos próximos meses e terá validade, como o Profisco1, de cinco anos. O Profisco é um projeto de apoio à gestão fiscal dos estados brasileiros, que conta com crédito financeiro do organismo internacional. para iniciativas de melhoria da administração das receitas e da gestão fiscal, financeira e patrimonial.

Combate à corrupção

Durante a solenidade de assinaturas dos convênios com o prefeito Marquinhos Trad, na Cidade do Natal, altos da Avenida Afonso Pena, o governador se comprometeu a repassar para os municípios as experiências adquiridas com a modernização da máquina administrativa, acentuando que a transferência de novas ferramentas e tecnologias de controle às prefeituras será um ganho em favor da sociedade em mais investimentos e qualidade de vida.

Reinaldo Azambuja também destacou a celebração da parceria da Controladoria-Geral do Estado com a prefeitura, efetivada na manhã desta terça-feira, 26, relativa ao repasse de metodologias, experiências e tecnologias de análise e monitoramento das despesas públicas, incrementando a prevenção e combate à corrupção no seu âmbito. “Essa troca de informações é importante e deve ser compartilhada com todos os 79 municípios”, pontuou.

Fortalecer parcerias

O segundo convênio assinado pelo governador e o prefeito amplia por mais quatro anos a cedência do espaço situado no estacionamento do Parque das Nações Indígenas – administrado pelo Estado, por meio do Instituto do Meio Ambiente (Imasul) – ao município para a realização de eventos festivos e assistenciais. “Estamos fortalecendo essa parceria para fazermos o melhor por Campo Grande”, afirmou Reinaldo Azambuja.

O espaço, segundo o prefeito Marquinhos Trad, passará por uma revitalização, com a participação da iniciativa privada, e a proposta é utilizar a área durante todo o ano e não apenas no período das festividades natalinas. O chefe do Executivo municipal agradeceu o apoio do governador, enfatizando que essa unidade com o Estado se consolida não apenas em discursos, mas nas atitudes de cada dia em favor da população campo-grandense.

O evento contou com a presença dos secretários estaduais Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familar) e Carlos Alberto de Assis (Administração e Desburocratização); Carlos Eduardo Girão de Arruda (controlador-geral do Estado) e Thaís Barbosa Caramori (diretoria em exercício do Imasul).

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas