MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
22/10/2017
14 de julho de 2016 às 11h24 | Geral

Governo investe R$ 1,5 milhão em reformas de parques na Capital

Recursos são para recuperação do Parque das Nações Indígenas e Parque do Prosa

Por: Da Redação

O Parque das Nações Indígenas, o Parque Estadual do Prosa e seu entorno receberão investimentos no valor de R$ 1,5 milhão do Governo do Estado nos próximos meses. O recurso do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) será destinado a obras como a do desassoreamento do lago de contenção do Parque, drenagem, conserto e reforma do gradeamento, quiosques, banheiros, quadras, entradas, rede elétrica e iluminação do espaço além da aquisição de equipamentos e veículos para auxiliar no trabalho de manutenção e conservação do local.

A destinação dos recursos, segundo o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico e diretor-presidente do Imasul, Jaime Verruck, “está no Plano Operacional Anual (POA) das Unidades de Conservação sob a responsabilidade do Instituto”. “É recurso próprio do Imasul, já previsto no orçamento”, disse.

Desassoreamento

Além das reformas nos equipamentos públicos do Parque das Nações, também será feito o desassoreamento do lago de contenção do local, no encontro das águas dos córregos Réveillon, Joaquim Português e Desbarrancado. O assoreamento é resultado do sedimento e areia que descem pelos córregos Réveillon – em sua maior parte – e Joaquim Português. O local já foi desassoreado há alguns anos, mas o trabalho tem sido prejudicado constantemente pelas intervenções urbanas feitas na região e entorno.

As obras de desassoreamento já foram iniciadas na semana passada e devem ser concluídas até novembro deste ano. O Imasul alerta a população que frequenta o local para que fique atenta ao trânsito de veículos na área próxima ao Museu das Culturas Dom Bosco.

Reformas

O trâmite administrativo para a realização das reformas nos quiosques e banheiros, gradeamento, quadras, rede elétrica e iluminação já foi iniciado com a Agesul e os trabalhos devem ser iniciados nas próximas semanas. Ao término das reformas, o Imasul deverá reforçar, por meio de campanha, os apelos à população para que auxilie a manter limpo o espaço de lazer. Por mês, as equipes de limpeza do local retiram 1 tonelada de lixo das dependências do Parque.

Além das reformas, o Imasul tem debatido com a Polícia Militar, que controla o vídeo-monitoramento do Parque, a definição de estratégias de segurança para o local. A Sectei, atual responsável pela Casa do Homem do Pantanal, já trata das questões referentes à manutenção do local. Da mesma forma, a Superintendência de Gestão da Informação (SGI), trabalha na melhoria do sinal de wifi que é colocado à disposição da população. 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas