MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
22/11/2019
03 de janeiro de 2019 às 11h08 | Saúde

Hemosul de Campo Grande pede doações de sangue O negativo e A negativo; Dourados precisa de AB+

O órgão solicitou ajuda da população para receber doações com urgência

Por: GOV MS
Divulgação/GOV MS

O Hemosul de Campo Grande informou nessa quinta-feira (3.01) que os tipos de sangue O- (O negativo) e A- (A negativo) estão com baixos estoques. O órgão solicitou ajuda da população para receber doações com urgência.

As reservas do tipo sanguíneo O já estão 60% abaixo do ideal e para a tipagem A os números são ainda mais preocupantes, 80% abaixo do estoque. O cadastro dos doadores já começou a ser acionado, para evitar que a situação piore.

No Hemosul de Dourados as reservas de AB+ precisam ser ampliadas em 20%. Conforme a assessoria, a situação não é alarmante, mas já requer cuidados.

O Hemosul de Campo Grande funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17 horas, e no sábado, das 7h às 12h. Na unidade de Dourados as doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h.

Saiba o que é necessário para ser um doador:

Alimentação

Não esqueça: a pessoa deve estar bem alimentada para doar sangue. Ao contrário do que muitos pensam, não se pode doar sangue em jejum. É diferente de quando se faz exames laboratoriais de sangue, para os quais o jejum é recomendado.

De qualquer maneira, deve-se evitar alimentos com excesso de gordura já na véspera de doar sangue. É recomendado que se alimente bem, porém, de forma saudável.

Peso

Embora a nova lei permita que pessoas abaixo de 50 kg façam a doação, a Rede Hemosul-MS reserva-se o direito de aceitar apenas doadores com 55 kg ou mais, para a melhor utilização do sangue coletado e segurança do doador.

Doenças que impedem a doação

Não podem doar sangue pessoas com doenças hematológicas, cardíacas, renais, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como doença de Chagas, hepatite, aids, sífilis. Se estiver com gripe ou alergia deve esperar sete dias após sarar para doar sangue.

Medicamentos

Alguns medicamentos impedem a doação. Portanto, é importe falar para o profissional de saúde, no momento da entrevista, os remédios que está utilizando.

Vacinas

As vacinas impedem temporariamente a doação. Por isso, aproveite para doar sangue antes de tomar alguma dose de vacina.

Idade

Para ser um doador tem que ter de 16 a 69 anos, segundo a nova lei da doação de sangue aprovada em 2013, sendo que os doadores de 16 e 17 anos precisam estar acompanhados dos pais ou responsável, ou ter em mãos declaração de autorização, com firma reconhecida.

Também é importante lembrar que a primeira doação somente pode ser feita até 60 anos. Acima desta idade, apenas para quem já é doador de sangue.

Intervalo de doação

Homens podem doar até quatro vezes ao ano com um intervalo mínimo de dois meses. Mulheres podem doar até três vezes ao ano com um intervalo mínimo de três meses.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas