MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
04/12/2020
11 de novembro de 2020 às 10h04 | Esporte

Ídolos do vôlei elogiam estrutura do Guanandizão e organização da Supercopa

A Capital de Mato Grosso do Sul foi casa do voleibol nacional nas últimas duas semanas, com a realização da Supercopa masculina (30 de outubro) e feminina (6 de novembro).

Por: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
O evento de abertura da temporada 2020/21 da modalidade reinaugurou o Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis (Guanandizão), após projeto de reforma e adequação executado pelo Governo do Estado e Prefeitura de Campo Grande. A estrutura do ginásio foi elogiada por ídolos do voleibol brasileiro, tais como os técnicos Bernardo Rezende (Bernardinho) e Paulo Coco, e a ponteira da seleção brasileira feminina, Fernanda Garay. A obra contemplou a requalificação de espaços internos e externos do complexo, e foi licitada em R$ 1,881 milhão. Fechado há sete anos, o ginásio passou por processo de modernização e está alinhado ao padrão internacional de eventos esportivos. Além disso, a Cidade Morena foi congratulada por sua receptividade e pela organização das duas partidas da Supercopa, liderada pela Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Fundação Municipal de Esportes (Funesp) e Federação Estadual de Voleibol (FVMS). A escolha de Campo Grande como sede da competição nacional, que reuniu quatro das melhores equipes do Brasil e de maior investimento, foi vista com satisfação pelos atletas e técnicos, por se tratar da abertura de uma nova praça esportiva e sede de eventos de voleibol. Multicampeão e sete vezes medalhista olímpico (uma como atleta e seis como técnico), Bernardinho retornou ao Guanandizão após 16 anos, desta vez como técnico da equipe feminina do Sesc RJ Flamengo (RJ). Em 2004, no comando da seleção brasileira masculina, enfrentou Portugal em Campo Grande, em dois jogos válidos pela Liga Mundial (hoje, Liga das Nações), com grande festa da torcida, que lotou o ginásio. O elenco da época, recheado de atletas de renome, incluía Giba, Ricardinho, Dante e Giovane. “Cada vez que entro num ginásio que já estive, como o Guanandizão, sempre vem à mente a história, uma geração de jogadores, uma série de momentos incríveis e que foram importantes na minha vida”. Para o treinador, Campo Grande fez parte da trajetória vitoriosa da seleção tupiniquim, campeã dos Jogos Olímpicos de Verão 2004, em Atenas, na Grécia, sua primeira medalha dourada como técnico. “É muito bom poder voltar, reencontrar pessoas que tive contato há 16 anos e um ginásio muito bonito, moderno, e ver que o entusiasmo das pessoas pelo voleibol continua em alta aqui em Campo Grande”. “Gostaria de agradecer à cidade e ao povo de Mato Grosso do Sul por essa hospitalidade, pela força que dá ao voleibol masculino e feminino, realizando as duas Supercopas aqui. O público esteve presente, agradeço toda essa força, importante a nós do vôlei e parabenizo em especial a FVMS, Fundesporte e Funesp”, finalizou Bernardinho.
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas