MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
22/11/2017
28 de setembro de 2017 às 14h28 | Geral

Indústria de MS prevê estagnação dos empregos nos próximos 6 meses

Emprego na indústria ensaia recuperação em MS

Por: Da Redação

O emprego nas indústrias de Mato Grosso do Sul deve se manter estável nos próximos seis meses, conforme projetam sete de cada dez empresários do setor. A expectativa é otimista, considerando o desaquecimento do mercado de trabalho industrial nos últimos anos. O dado faz parte da Sondagem Industrial, divulgada pela Fiems nesta quinta-feira (28).

Em variação de zero a cem pontos (em torno dos 50, é estabilidade; acima disso, é aumento; abaixo, queda), o índice relativo à expectativa de contratações nos próximos seis marcou 51,8 pontos deste mês. Em números relativos, 71,8% das empresas manter o quadro de funcionários estável.

Ainda com relação à projeção de admissão de trabalhadores, 16,7% das indústrias do Estado acreditam que aumentarão o número de funcionários nos seis meses seguintes. A parcela que prevê queda nas contratações corresponde a 9%.

O início de reação já é perceptível nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego). No acumulado deste ano (janeiro a agosto), o saldo contabilizado pela indústria foi de 722 novos empregos. No mesmo período do ano passado, foi de -620 postos de trabalho.

Produção e demanda – A sondagem mostra, ainda, que a produção das indústrias avançou em agosto com o índice de evolução da produção industrial marcando 57,5 pontos, elevação de 7 pontos em relação a julho.

O resultado mostra que, pela segunda vez seguida, o número de empresas com produção estável ou crescente aumentou na passagem de um mês para o outro.

Em setembro, 35,9% das empresas responderam que esperam aumento na demanda por seus produtos nos próximos seis meses, enquanto para o mesmo período 9% preveem queda.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas