MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
23/11/2017
25 de abril de 2017 às 15h51 | Economia

Intenção de consumo da população de Campo Grande cai no mês de abril, aponta pesquisa

Indicador recuou de 80,6 pontos para 75,4 pontos, mas ainda é maior que o registrado em abril do ano passado

Por: G1

A intenção de consumo das famílias de Campo Grande (ICF) caiu no mês de abril em relação a março, recuando de 80,6 pontos para 75,4 pontos. É o que aponta pesquisa da Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), divulgada nesta terça-feira (25) pelo Instituto de Pesquisa da Fecomércio-MS (IPF-MS).

O levantamento mostrou que apesar da queda, o ICF de abril de 2017 é ligeiramente maior que o apurado no mesmo mês de 2016, quando o indicador atingiu a marca dos 72,4 pontos. A pesquisa foi feita com 500 agrupamentos familiares da capital sul-mato-grossense nos últimos dez dias de março.

Mesmo com esse quadro, a maior parte dos entrevistados, 42,7%, disse que tem uma perspectiva positiva, de melhoria profissional, para os próximos seis meses e 30,4% apontaram que se sentem neste momento mais seguros em relação ao seus empregos, na comparação com o mesmo período do ano passado.

No entanto, a maioria, 47,5% dos que participaram da pesquisa, disseram que a renda que possuem atualmente está no mesmo patamar da que tinham no mesmo intervalo de tempo de 2016.

Para 42,8% deles, está mais difícil conseguir empréstimos e obter crédito para comprar a prazo e 55% declararam que a família está comprando menos que no ano passado. Desse modo, 57% indicaram que a perspectiva de consumo para os próximos meses deve ser ainda menor que no segundo semestre do ano passado.

Esse quadro se reflete também na avaliação das compras de bens duráveis, como eletrodomésticos e aparelhos de TV e som. Para 68,6% é um mau momento para essas aquisições.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas