MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
18/08/2017
24 de abril de 2017 às 15h11 | Geral

IPVA 2017: quarta parcela vence no próximo dia 28 de abril

Neste ano foram lançados R$ 603 milhões em carnês aos contribuintes de todo o estado

Por: GOVMS

No próximo dia 28 de abril vence a 4ª parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2017 para os condutores que optaram pelo parcelamento do tributo. Atualmente, a frota sul-mato-grossense registra 961.368 veículos.

O IPVA é a segunda fonte de arrecadação do Governo do Estado, ficando atrás apenas do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Conforme o secretário de Estado de Fazenda, Marcio Monteiro, neste ano foram lançados R$ 603 milhões em carnês aos contribuintes de todo o estado.

“O valor é distribuído semanalmente aos municípios, de acordo com a frota. O recurso vai para o Tesouro Estadual e Municipal e é aplicado conforme o planejamento financeiro, que vai de pagamento de servidores até políticas públicas como educação, saúde, segurança, entre outros”, explicou.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Fazenda (Sefaz), concede desconto de 30% na alíquota de 5%, fazendo com que a cobrança seja reduzida para 3,5% sobre o valor venal do veículo, conforme tabela Fip.

De acordo com a Sefaz, o calendário segue inalterado: 28 de abril (4ª parcela) e 31 de maio (5ª e última parcela). A Sefaz informa aos contribuintes que não estiverem em posse dos boletos, que existe a opção de emitir uma segunda via pela internet.

Em caso de dúvidas, os contribuintes devem se dirigir às Agências Fazendárias (Agenfas) em seus respectivos municípios, munidos de documentos pessoais e do veículo ou ainda procurar a Unidade de Acompanhamento e Arrecadação de Outros Tributos/IPVA, que fica em Campo Grande, na avenida Fernando Corrêa da Costa, 858, das 7h30 às 13h30. A secretaria disponibiliza ainda os telefones (67) 3316-7513 / 7534 ou 7541 para mais informações.

Prazo

Para os contribuintes que perderam o prazo, há a possibilidade de fazer a regularização. É possível entrar no site da Sefaz ou ainda buscar auxílio junto às agências fazendárias nos municípios. O proprietário paga uma multa referente ao atraso e, na sequência, faz os demais pagamentos no prazo regular. Para a consulta é preciso ter em mãos o documento do veículo.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas