MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
20/11/2017
24 de março de 2016 às 10h31 | Geral

Justiça determina bloqueio de R$ 315 milhões de réus da Lama Asfáltica

Estão na lista o ex-prefeito Nelson Trad Filho e ex-secretários de Obras da Capital

Por: Da Redação

Atendendo pedido da Força Tarefa do MPE (Ministério Público Estadual) que coordena as investigações da Operação Lama Asfáltica, realizada em Mato Grosso do Sul, o juiz Marcelo Ivo de Oliveira, determinou o bloqueio de bens de vários denunciados, até o valor total de R$ 315 milhões, de 21 investigados.

Estão na lista o ex-prefeito de Campo Grande Nelson Trad Filho, os ex-secretários de Obras, João Antonio de Marco, Semy Ferraz e Valtemir Alves de Brito, além de servidores e empreiteiros.

A medida tem caráter cautelar, para que ao final, caso sejam condenados, fiquem assegurados recursos para o ressarcimento dos prejuízos ao erário. As pessoas e empresas denunciadas respondem a ação civil pública por dano ao patrimônio público. A decisão é datada de 16 março último.

Este é apenas um dos 16 inquéritos concluídos e remetidos ao Judiciário pela Força Tarefa, relativos à Lama Asfáltica. Anteriormente, os promotores já haviam conseguido o bloqueio de R$ 84 milhões das contas dos investigados, conforme o que foi anunciado no início de fevereiro deste ano, quando as investigações completaram seis meses. As investigações prosseguem, mas a Força Tarefa tem evitado dar detalhes.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas