MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
25/09/2018
30 de agosto de 2018 às 10h54 | Geral

Mercadão completa 60 anos com mais uma edição do Festival do Pastel

O espaço foi inaugurado em 30 de setembro de 1958

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

Um dos pontos turísticos de Campo Grande e local preferido para comprar algum quitute diferente, ou aquela erva de tereré especial, ou ainda comer aquele pastelzinho, o Mercadão Municipal de Campo Grande completa 60 anos de história.

Quem é daqui sabe que o local, inaugurado em 30 de setembro de 1958, às margens dos trilhos da Noroeste, tem muito a contar. O espaço que nasceu da doação do terreno de Antônio Valente cresceu e hoje é um dos pontos mais tradicionais da cidade. Gerações inteiras cresceram ali, não somente dos comerciantes, como dos clientes, que de geração em geração frequentam o local.

A recreadora Josiane Nascimento Fonseca contou que vai ao Mercadão desde pequena, mas nos últimos quatro anos,  o local virou parada certa para comer um pastelzinho.

“Meu padrasto trabalhou aqui como açougueiro, então a gente sempre vinha. Depois deixamos de frequentar. Agora, já faz uns quatro anos que venho pelo menos umas três vezes por mês. Toda vez que venho ao Centro. Gosto mesmo é do pastel”, afirmou.

Já a moradora de Rochedo Graciele Benites da Silva, do lar, contou que sempre que vem a Campo Grande dá uma passadinha.

“Eu gosto muito daqui. Compro de tudo: erva de tereré, carne, alimentos e etc. O atendimento aqui é muito melhor que em outros mercados. Aqui tem carinho. Eu prefiro vir aqui”, disse.

O Mercadão tem uma área construída de 2.494 metros quadrados, distribuídos em 144 bancas e 79 boxes com variedade de recursos hortifrutigranjeiros, doces regionais, laticínios, peixes, ervas medicinais, farináceos, temperos, condimentos, artesanato e alimentação. São cerca de 600 trabalhadores atuando.

Para o prefeito Marquinhos Trad a importância do Mercadão é inquestionável e é orgulho para os campo-grandenses.

“Se há um lugar aonde a gente vem com apetite, com fome, e sai atualizado de todas as notícias, seja de futebol, de novela, de política, é o Mercadão. Desde pequeno a nossa família frequentou a banca da Anésia. Aqui a gente constrói amizades. Isso aqui é um orgulho pra gente”, afirmou.

O local celebra 60 anos de existência, e ao mesmo tempo, promove o 6º Festival do Pastel. A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Sectur), é uma das apoiadoras do evento.

“O Mercadão tem a questão da tradição, que passa pai para filho, tanto a questão do comércio, quanto na questão dos clientes. Temos comerciantes que estão na 3ª geração. E também tem o lado dos clientes, que dizem eu vinha com meus avôs e hoje venho com meus filhos, meus netos. E por isso a importância destes 60 anos não passar em branco. Haver essa grande festividade”, disse

Na programação, que acontece entre esta quinta-feira (30) até o dia 2 de setembro, estão previstas atrações musicais, elaboração de receitas ao vivo em uma cozinha-show, concurso de receitas, sorteios e exposição histórica.

A expectativa da Associmec (Associação dos Comerciantes do Mercado Municipal de Campo Grande), organizadora do evento, é de receber, nesse período, 70 mil pessoas, aumentando as vendas dos comerciantes em 30% em relação aos dias normais.

A associação enfatizou que a programação visa dar destaque aos produtos vendidos e encontrados muitas vezes somente no Mercadão, como espécies de peixes, produtos naturais, sementes, temperos, frios e etc.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas