MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
23/11/2017
24 de julho de 2017 às 18h44 | Geral

Migração da rádio AM para FM vai melhorar da radiodifusão em MS

40 Rádios AM tiveram suas ondas migradas para a frequência FM em MS e MT

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

O prefeito Marquinhos Trad recepcionou o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD), nesta segunda-feira durante a cerimônia de assinatura da migração de 40 Rádios AM para FM em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

“Quis o destino que este momento histórico tivesse a nossa Capital de Mato Grosso do Sul como anfitriã para assinatura da migração as rádio de AM para FM. Eu também venho da Rádio AM e considero importante esta mudança que dará mais alcance para as emissoras de rádio. Este é um grande momento e em nome do ministro Kassab ficará eternizado no meio daqueles que trabalham com a radiodifusão”, frisou o prefeito Marquinho Trad.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD), destacou a economia com a mudança.

“Nossa presença aqui é para assinar esta importante migração das rádios AM para FM. Além de migrar também comemoramos a modernização das rádios que sempre levam informações e entretenimento aos ouvintes. É uma mudança que vai facilitar a comunicação e a economia de energia. Com esta economia os proprietários das emissoras de rádios poderão investir nos funcionários e na qualidade dos serviços”, comentou o ministro.

De acordo com o presidente da Associação de Emissoras de Radiodifusão do Mato Grosso Sul (AERMS), Rosário Congro Neto, há quatro anos este momento era esperado.

“Para nós e os empresários da radiodifusão este é um momento histórico, que é a transformação do rádio de AM para FM. É um avanço para os empresários do setor e mais de 600 postos de trabalhos serão criados com esta mudança. Somos gratos pela atenção do ministro e pelas providencias que tem tomado no Ministério das Comunicações e principalmente nas desburocratizações no setor da radiodifusão”, comentou.

A migração das rádios que operam na faixa AM para o espectro das FMs têm como objetivo fortalecer as emissoras de rádio que hoje são prejudicadas por interferência no dial AM. Quanto maior a cidade, mais difícil é a captação do sinal. Ao mudar para FM, essas rádios terão um aumento da qualidade do áudio.

O evento contou com a presença dos secretários municipais, da secretária Nacional de Radiodifusão, Vanda Nogueira, e do representante da Abert, André Cintra.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas