MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
14/11/2019
06 de abril de 2019 às 08h01 | Geral

Moradias do Rui Pimentel I e II devem ser entregues em setembro

Atualmente as obras estão com 90% de conclusão

Por: GOV MS

Retomadas nesta semana, após união de esforços entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Campo Grande, a construção das 260 moradias populares dos residenciais Rui Pimentel I e II, na região do hipódromo da Capital, deve ser concluída em setembro deste ano. O prazo de seis meses foi estipulado pelo engenheiro responsável pela obra, Gustavo Souza Castro.

“Todas as casas estão levantadas. Estamos fazendo a instalação de muretas, revisão elétrica e hidráulica (esgoto e drenagem) além das pinturas internas e externas. Também vamos fazer a instalação de interfones e do gradil com tela, pois os residencias são fechados”, explicou. Segundo ele, 35 operários trabalham na fase final dos residenciais.

Contratada em 2012 por meio do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), a construção dos empreendimentos registrou atrasos e teve que ser paralisada em 2018 devido à problemas contratuais entre a Caixa Econômica Federal e a construtora responsável. Atualmente as obras estão com 90% de conclusão.

“Ano passado a Caixa rescindiu o contrato com a empresa, fez uma nova seleção e estava aguardando recursos do Governo Federal, que não conseguiu disponibilizar esse dinheiro até agora. Então, o Governo do Estado e o Município fizeram essa parceria para que as casas pudessem ser entregues à população”, contou a diretora-presidente da Agência da Habitação de MS (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez.

Para retomar as obras, o governador Reinaldo Azambuja e o prefeito Marcos Trad liberaram R$ 1 milhão dos cofres estadual e municipal. “Assim, vamos possibilitar a entrega de mais moradias dignas para Campo Grande”, destacou o governador. “Com força de vontade conseguimos destravar esse empreendimento”, emendou o prefeito.

Casas

No Rui Pimentel I estão em construção 120 casas com 38,36 m² e quatro casas com 40,12 m². Em 2012, o valor contratado para a realização da obra foi de R$ 6,8 milhões, sendo 6,2 milhões da União e R$ 617 mil do Estado. Para a retomada da obra, a Prefeitura da Capital repassou R$ 447,6 mil. Ao todo, a obra terá custo de R$ 7,2 milhões.

No Rui Pimentel II estão em construção 132 casas com 38,36 m² e quatro casas com 40,12 m². Em 2012, o valor contratado para a realização da obra foi de R$ 7,4 milhões, sendo R$ 6,8 milhões da União e R$ 677 mil do Estado. Para a retomada da construção, o Estado repassou mais R$ 563 mil. Ao todo, o Residencial Rui Pimentel II custará R$ 8 milhões.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas