MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
24/11/2017
02 de maio de 2016 às 16h41 | Rural

MS deve imunizar 18,6 milhões de animais contra aftosa

A vacinação é obrigatória para animais em todas as faixas etárias

Por: Da Redação
Famasul

Mato Grosso do Sul deverá imunizar aproximadamente 18,6 milhões de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa nesta etapa de maio. A vacinação é obrigatória de mamando a caducando, ou seja, animais em todas as faixas etárias devem ser imunizados. Hoje inicia a etapa da região do Planalto e do Pantanal.

Desde 2008, o Planalto e o Pantanal possuem status de área livre de febre aftosa com vacinação, de acordo com a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE). Em 2011, a região de Fronteira também obteve esta condição.

O reconhecimento do status é resultado do trabalho realizado pelos produtores e trabalhadores rurais e técnicos do setor, com a orientação da Iagro - Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal e do Mapa - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A classificação da OIE abre portas para o mercado internacional.

O calendário de vacinação é diferenciado para as três regiões de Mato Grosso do Sul. Na região da Fronteira o procedimento começou no dia 1º de abril e vai até o dia 15 de maio. No Planalto, a vacinação vai do dia 2 a 1º de junho. No Pantanal, para os optantes da etapa maio, inicia também no dia 2 e vai até o dia 15 de junho.

Essa diferenciação é uma determinação da Iagro, resultado de estudos epidemiológicos das diferentes regiões produtoras. A mudança na vacinação da aftosa para todo o rebanho do Planalto, passando de novembro para maio, ocorreu em 2012, atendendo demanda dos produtores defendida pelo Sistema Famasul, por ser este o período mais adequado para reunir e vacinar o rebanho das propriedades.

"Maio é o período em que os pecuaristas tradicionalmente aproveitam para realizar manejos sanitários, desmama, vermifugação, diagnóstico de gestação, entre outros procedimentos rotineiros e para isso já reúnem o rebanho no curral, sendo portanto a hora certa para realizar a vacinação contra aftosa", destaca o médico veterinário do Sistema Famasul, Horácio Tinoco, ressaltando ainda que maio é a época menos chuvosa no Planalto de Mato Grosso do Sul em comparação a novembro.

A vacinação contra febre aftosa é obrigatória no Brasil e o produtor que não realizar o procedimento de imunização receberá um auto de infração e multa e terá sua ficha sanitária bloqueada na Iagro, com isso ele não poderá transportar ou comercializar o animal.

Calendário diferenciado

A região de Fronteira possui aproximadamente 670 mil animais. É o território vizinho à Bolívia e ao Paraguai, composto pela totalidade dos municípios de Antônio João, Japorã e Mundo Novo e parte dos municípios de Aral Moreira, Bela Vista, Caracol, Coronel Sapucaia, Corumbá, Ladário, Paranhos, Ponta Porã, Porto Murtinho e Sete Quedas.

No Pantanal está previsto imunizar nesta etapa 2,6 milhões de animais. A região é composta pelas áreas inundáveis de Corumbá, Ladário e em parte dos municípios de Coxim, Miranda, Aquidauana, Porto Murtinho e Rio Verde de Mato Grosso.

Com cerca de 15,3 milhões de animais, o Planalto é formado pelos demais municípios fora das regiões citadas, onde não há inundação nos períodos chuvosos.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas