MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
24/09/2017
28 de dezembro de 2016 às 15h34 | Geral

MS recebeu mais de R$ 500 milhões em investimentos de infraestrutura em 2016

O Governo vai destinar R$ 65 milhões para a construção de 66 pontes de concreto armado até o final de 2018

Por: NotíciasMS
Notícias MS

O Governo do Estado investiu mais de R$ 500 milhões em obras de infraestrutura. Em 2016, estradas, pavimentação urbanas, construção de pontes, saneamento e outros foram contemplados com R$ 514.948.828,10 milhões de recursos.

“Este ano uma das nossas prioridades foi a construção de pontes, a manutenção de estradas e a elaboração de projetos executivos de obras. Com relação a manutenção de estradas, como realizamos a contratação em setembro do ano passado, o maior valor aplicado foi este ano. Conseguimos investir em várias estradas e, principalmente, nas não pavimentadas que contemplamos com cascalho mais de três mil quilômetros”, disse o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli.

Deste montante, R$ 121.006.760,65 foram para pavimentação, restauração de rodovias e construção de pontes; R$ 214.142.067,45 para infraestrutura urbana, como serviços de pavimentação de vias urbanas, água, esgoto e saneamento; R$159,3 milhões para manutenção de estradas e R$ 20,5 milhões para elaboração de projetos executivos.

Na pavimentação de rodovias e construção de pontes foram entregues obras como o acesso a Usina Iaco na MS-425, em Chapadão do Sul; MS-010 – anel viário de Campo Grande a Rochedinho; acesso a Usina Raizen, na MS-156. E ainda tiveram início este ano, obras emblemáticas como a revitalização do prolongamento da Avenida Euler de Azevedo, no trecho da Avenida Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande; retomada da pavimentação da MS-382, próximo a Serra da Bodoquena; pavimentação da Água Fria, em Maracaju.

Neste montante de investimentos para a pavimentação também está incluso o saldo do Programa Obra Inacabada Zero, no valor de R$ 15.566.792,89, cujas obras já foram 97% entregues. “Nos quase zeramos o Programa de Obras Inacabadas, restando apenas os presídios em Campo Grande e o Aquário”, pontuou Miglioli.

Investimentos

Outra prioridade do Governo foi a construção de pontes de concreto. O Governo lançou em novembro o pacote de R$ 65 milhões de reais que prevê a construção de 66 pontes de concreto armado até o final de 2018. Deste total, 20 já começaram a ser construídas de forma imediata. Fazem parte do pacote, pontes levadas pelas fortes chuvas do final de 2015/início de 2016 e pontes de madeira que serão substituídas por concreto. Com o pacote, Mato Grosso do Sul passara a ter um incremento de 30% no número pontes em concreto. A maior parte dos recursos, R$ 45 milhões, é do Governo Estadual.

Deste programa de construção de pontes de concreto, seis já foram entregues este ano: sobre a Vazante do Rio Amambaí, na divisa de MS e Paraná; a ponte de concreto sobre o Rio Cangueri, na MS-485; também sobre o Córrego Rolador, que beneficia a Colônia Pulador em Anastácio; a ponte do córrego Santo Antonio, em Guia Lopes; sobre o Rio Caracol, em Caracol e a ponte sobre o Rio Guaimbé, na MS-379, em Aral Moreira. As pontes já entregues totalizam investimentos de R$ 6.735.993,42 milhões.

As estradas estaduais pavimentadas e não pavimentadas também receberam do Governo do Estado R$ 159.313.518,93 milhões em investimentos (dados até novembro deste ano), totalizando uma média de R$ 14,5 milhões por mês, gastos com manutenção. Dos 8.552,10 quilômetros não pavimentados, mais de 3 mil foram contemplados com cascalhamento.

Outro grande destaque em investimentos em 2016 foi a contratação de projetos executivos. Para garantir a segurança da população e a qualidade das obras, o Governo destinou para projeto de construção de pontes, implantação e restauração de rodovias R$ 20,5 milhões. Ao todo são 120 projetos, sendo 32 projetos para implantação de rodovias, 20 para restauração e pavimentação de rodovias, 52 para construção de pontes municipais e 16 para construção de pontes estaduais.

Para os serviços de infraestrutura urbana como pavimentação restauração de vias urbanas e drenagem foram pagos em 2016 R$ 48.353.978,91, dos quais além de fontes do Fundersul contam com recursos federais. Já as obras de saneamento contaram com R$ 65.026.752,92 de recursos estaduais e federais, e mais R$ 100.761.335,62 da Sanesul.

Na área dos empreendimentos civis foi anunciado como prioridade do Governo do Estado a construção dos hospitais regionais de Dourados e Três Lagoas. Em Três Lagoas, já está com licitação em andamento. O valor orçado e de R$ 68.457.415,73 apenas para a parte civil da obra. Já o hospital de Dourados teve garantido, novembro último, pelo Ministério da Saúde, a liberação de R$ 15 milhões. A licitação e o início das obras devem acontecer em 2017.

Segundo o secretário de Estado de Infraesturura, em 2017 será lançado um pacote de restauração de rodovias, programa que recebera investimentos de 300 a 400 milhões de reais. “Estamos preparando para o ano que vem o programa de restauração de rodovias pavimentadas uma vez que o Governo entende que mais importante que construir novas rodovias é manter os que já temos”.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas