MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
09/04/2020
11 de março de 2020 às 06h26 | Educação

MS tem a primeira escola de capacitação da área da assistência social do Brasil

A escola vai qualificar milhares de profissionais da área de assistência social do Estado

Por: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

A partir da segunda quinzena do mês de março o CapacitaSUAS (Programa Nacional de Capacitação do Sistema Único de Assistência Social vai disponibilizar 2.300 mil vagas de cursos, capacitações, seminários e treinamentos para gestores, trabalhadores e conselheiros da política de Assistência Social de todo o Estado do MS.

Primeira Escola de qualificação da área no País, o SUAS – “Escola de Assistência Social Prof.ª Mariluce Bittar” – é mantida com recursos exclusivos do Governo Estadual e já emitiu mais de 3.000 (três mil) certificados entre 2016 e 2019.

Neste mesmo tempo mais de 25.000 (vinte e cinco mil) agentes públicos de todos os municípios já passaram pela Escola, participando de seminários, cursos, workshops, conferências e programas de qualificação.

A expressiva atuação da Escola do SUAS no aperfeiçoamento dos profissionais, é resultado do trabalho feito pela Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho.

“São gestores que precisam de competências para a governança, conselheiros que deliberam e fiscalizam a política em cada esfera de Governo”, explica Elisa Célia Nobre, Secretária de Estado e presidente do Fórum Nacional de Secretários de Estado de Assistência Social – Fonseas.Homenagem à professora e material de consulta

Além da educação permanente, a Escola Mariluce Bittar (em homenagem à educadora e profissional que deu importante contribuição para a construção dos direitos sociais), criou novas formas de mobilização social para assegurar a autonomia dos Conselhos de Direitos.

Daí a importância de processo formativos voltados aos trabalhadores do Suas, conselheiros e gestores. A capacitação é feita em um espaço com mais de 1.500m² de área construída, e espaços devidamente equipados.

Além de amplo auditório com capacidade para 300 pessoas onde são realizados seminários, eventos e conferências, o prédio conta com mais três salas para cursos (30 e 50 pessoas) mini auditório para plateias de até 100 pessoas e um laboratório de informática equipado para uso simultâneo de 30 pessoas.

“Nossa meta é oferecer cursos online, mas por enquanto a sede dos cursos é em Campo Grande”, explica a Coordenadora da Escola, Patrícia Noleto. No amplo local também está instalada biblioteca para consulta além de todo acervo da professora Bittar, doado pela família.

 
What do you want to do ?
New mail
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas