MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
19/09/2017
19 de agosto de 2016 às 08h34 | Geral

MS tem maior taxa de ocupação e lidera ranking nacional pela 1ª vez

Desocupação foi de 7%, uma das menores entre os estados brasileiros

Por: G1

O nível de ocupação no segundo trimestre de 2016 em Mato Grosso do Sul atingiu 61,1% da população acima de 14 anos e colocou o estado pela primeira vez, desde 2012, na liderança do ranking nacional do nível de ocupação, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na última quarta-feira (17).

O nível de ocupação ficou em 54,6% no país e 59,2% no Centro-Oeste. Santa Catarina ficou em segundo lugar no país, com 59,4%, seguido de Paraná e Goiás, que também foram destaques empatados em terceiro lugar com o índice de 59,2%.

Entre abril e junho, das 2.072 milhões de pessoas em idade de trabalho em Mato Grosso do Sul, 1.265 milhão estava trabalhando, conforme a pesquisa, que passou a ser feita no estado em 2012.

Desocupação

No mesmo período, a taxa de desocupação no estado foi de 7%, uma das menores entre os estados brasileiros, enquanto a taxa nacional ficou em 11,3%. O índice de MS foi maior se comparado com o mesmo período do ano anterior, quando a taxa de desocupação foi de 6,2%.

Os setores que apresentaram crescimento do primeiro para o segundo semestre de 2016 foram o de serviços domésticos (15,4%) e indústria geral (13,3%). Os setores de agricultura, construção, comércio, alojamento e administração pública pararam de crescer e chegaram a apresentar queda.

O rendimento médio real do trabalhadores do Centro-Oeste ficou acima da média do Brasil, que foi de R$ 1.972 no período, sendo R$ 2.230, mas em Mato Grosso do Sul o nível ficou abaixo, em R$ 1.850.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas