MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
19/11/2017
24 de agosto de 2017 às 10h39 | Geral

Na espera por até 30 anos, famílias da Capital realizam sonho de regularizar moradias

Trata-se de moradias fixadas em áreas consolidadas que estão em 17 áreas de Campo Grande

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

Nesta quinta-feira (24), mais de 500 famílias de Campo Grande, que aguardavam até 30 anos pela regularização de suas casas, finalmente terão a oportunidade de iniciar este processo através da assinatura dos contratos que fazem parte do “Programa Lote Legal – A Conquista do Sonho”, que será lançado nesta quinta-feira (24) durante evento alusivo ao aniversário de 118 anos da Capital.

Trata-se de moradias fixadas em áreas consolidadas, ocupadas em sua maioria há 20 ou até 30 anos, tais como habitações no Jardim Futurista, Bosque da Esperança, Jardim Panorama, Aero Rancho, Jardim Anache, entre outros. No total, moradias localizadas em 17 áreas de Campo Grande serão regularizadas neste evento festivo promovido pela Agência Municipal de Habitação (Emha).

Importância social – Hoje, a falta de documentos de propriedade dos imóveis é um problema em todos os municípios brasileiros. Em Campo Grande não é diferente. Para o diretor-presidente da Emha, Enéas Netto, o evento é um marco para a habitação de interesse social na Capital, haja vista a quantidade de famílias que serão beneficiadas pela Agência.

“Mais de 500 famílias assinarão os contratos de regularização e estarão pagando por estes lotes. Importante para lhes dar a devida segurança jurídica. O município, igualmente será beneficiado, mediante a arrecadação do IPTU, além de oxigenar as finanças da Emha para que possamos lançar novos programas habitacionais”, constatou o diretor-presidente.

Moradora do Bosque da Esperança 1 há 20 anos, dona Maria Aldina Silva aguardava há muito tempo pela oportunidade para regularizar sua moradia. Ela será uma das beneficiadas que assinará o contrato de regularização no evento de amanhã. “Para mim é uma boa, porque vou ter o que é meu de fato e de direito. Ninguém vai poder me tirar da minha casa que batalhei tanto para construir”, explicou.

A Emha, em parceria com a Assetur, disponibilizará transporte de ônibus para famílias que foram contempladas no processo de regularização fundiária e que não possuem condições financeiras suficientes para arcar, por conta própria, com o custo do deslocamento até o local do evento. Saída às 16h30 (24 de agosto).

Serviço

Data: 24 de agosto de 2017

Local: Teatro de Arena do Horto Florestal – Rua Anhanduí, 294 – Bairro Amambaí

Horário: 18 horas

Informações: 3314-3900

Linhas de ônibus – partida às 16h30 nos locais determinados a seguir:

Ônibus 1 e 2: Residencial José Teruel Filho: Rua Cecílio Arruda de Araújo com a Rua Cenira Soares Magalhães (Parcelamento José Teruel Filho).

Ônibus 3 e 4: Bosque da Esperança 1 e 2, Estrela Dalva e Montevidéu: Avenida Senhor do Bonfim com a Rua Camila (Parcelamento Jardim Estrela Dalva III – Bairro Estrela Dalva).

Ônibus 5: Jardim Itamaracá: Escola Municipal Antônio José Paniago – Rua Rômulo Cappi esquina com Rua Padre Musa Tuma – Jardim Itamaracá. (Bairro Rita Vieira).

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas