MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
20/09/2019
09 de julho de 2019 às 11h23 | Geral

No Paraguai, Governo discute corredor bioceânico, defesa sanitária e desenvolvimento da fronteira

Na terça-feira, 9 de julho, o governador Reinaldo Azambuja estará em Assunção, onde reúne-se com o Presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez

Por: Marcelo Armôa, Assessoria de Comunicação da Semagro

Na terça-feira, 9 de julho, o governador Reinaldo Azambuja estará em Assunção, onde reúne-se com o Presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez para tratar de pautas relacionadas às obras de logística, à segurança pública, à defesa sanitária animal e vegetal, ao desenvolvimento econômico dos municípios da região de fronteira e outras relações institucionais entre o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul com o país vizinho.

O governador viaja juntamente com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, os secretários Jaime Verruck (Semagro); Eduardo Riedel (Segov); Antônio Carlos Videira (Sejusp); o deputado estadual Paulo Corrêa e o superintendente da SFA/MS, Celso Martins. Uma das pautas será a definição de ações conjuntas para otimizar o monitoramento e a segurança na faixa de fronteira.

Outro assunto será o cronograma e acordos para construção da ponte que irá ligar o município paraguaio de Carmelo Peralta a Porto Murtinho. A obra será realizada pela Itaipu Binacional e tem o custo estimado em US$ 75 milhões. O governo brasileiro ficou responsável pela construção do acesso que irá ligar a rodovia BR-267 com a ponte sobre o Rio Paraguai. “Nós já iniciamos as tratativas junto ao Dnit para a realização do estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental, o EVTEA, para subsidiar o projeto executivo da obra do acesso”, comentou o governador.

Ainda com o presidente Mario Abdo, será tratado da construção de ponte sobre o Rio Apa, entre Porto Murtinho e a cidade de Vallemy, conforme anunciado pela autoridade paraguaia em março deste ano, após encontro com o presidente Jair Bolsonaro. Agronegócio e desenvolvimento da fronteira Juntamente com o secretário Jaime Verruck, da Semagro, o governador Reinaldo Azambuja irá reunir-se em Assunção com o ministro de Agricultura y Ganaderia do Paraguay, Denis Lichi, com quem dá continuidade à discussão de assuntos relacionados ao agronegócio e que têm impacto direto na economia sul-mato-grossense. “Vamos tratar de ações conjuntas de defesa sanitária Animal e Vegetal.

Precisamos conciliar os calendários de vazio sanitário da soja para ampliar o controle da ferrugem asiática. Temos também preocupação com o contrabando de agrotóxicos e com o alinhamento do Paraguai com o nosso cronograma de ações para a retirada da vacinação contra a febre aftosa”, informou o secretário Jaime Verruck. De acordo com o titular da Semagro, o encontro com as autoridades paraguaias também irá tratar da elaboração de acordo para agilizar o processo de desembaraço aduaneiro em Ponta Porã, Mundo Novo e da futura alfândega de Porto Murtinho. “Precisamos melhorar o fluxo de importações e exportações nas fronteiras dos dois países, onde hoje há divergências na documentação para entrada de produtos”, lembrou o secretário.

Também deverá ser discutida a criação do Parque Tecnológico em Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, bem como a constituição de um Grupo de Trabalho (GT) permanente de desenvolvimento econômico da região, em complemento às ações propostas. Pelo governo federal, também participam dos encontros em Assunção o secretário de Defesa Agropecuária, José Guilherme Leal; o secretário de Comércio e Relações Internacionais, Orlando Ribeiro e o secretário de Política Agrícola, Eduardo Sampaio.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas