MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
22/10/2017
18 de agosto de 2017 às 11h57 | Rural

Número de abates do Precoce MS já supera a meta estipulada para 2017

O número alvo anunciado em 16 de abril deste ano era de 80 mil abates até dezembro

Por: GOVMS

O número de cabeças bovinas abatidas no Precoce MS – Sub-Programa de Apoio à Criação de Bovinos de Qualidade e Conformidade – superou a meta compromissada para o ano de 2017. O número alvo anunciado em 16 de abril deste ano, quando o governador Reinaldo Azambuja lançou o Precoce MS (totalmente reformulado), era de 80 mil abates até dezembro. No último dia 15 de agosto, no entanto, o sistema de controle do programa já contabilizava 81709 animais abatidos, conforme a Coordenadoria de Pecuária da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

“Essa é uma notícia excelente para o setor agropecuário e para a economia sul-mato-grossense. O Precoce MS tem por objetivo incentivar o aumento de produtividade da pecuária do Estado e foi remodelado pela Semagro e pelos nossos parceiros, como a Embrapa e o Mapa. Esse resultado de 81 mil abates, em quatro meses de atividade, mostra que o programa surtiu efeito, com uma participação efetiva do produtor e dos frigoríficos e aponta que mercado está reconhecendo a qualidade da carne sul-mato-grossense”, comenta o secretário da pasta, Jaime Verruck.

Com esse resultado, a Semagro realiza uma importante entrega estabelecida no Contrato de Gestão firmado com o governador Reinaldo Azambuja para o ano de 2017. “Esse programa é o primeiro que nós atingimos os 100% da meta compromissada dentro do contrato de gestão com o governo”.

Na avaliação do secretário, o Precoce MS representa uma nova fase na pecuária sul-mato-grossense. “Foi um trabalho árduo nos últimos meses para oferecer maior celeridade e segurança ao processo, executado por técnicos do Governo, das instituições parceiras e das indústrias. Temos agora um programa totalmente informatizado e em consonância com a realidade e exigências do mercado atual”.

Capacitações

Conforme levantamento da Coordenadoria de Pecuária da Superintendência de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar, da Semagro, 393 profissionais, dentre médicos veterinários, engenheiros agrônomos e zootecnistas, já foram habilitados a atuar como responsáveis técnicos dos produtores rurais no Precoce MS, em 16 cursos de capacitação realizados. Ao todo, 589 propriedades já foram aprovadas, três frigoríficos estão credenciados e outros sete estão em processo de credenciamento.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas