MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
20/11/2017
07 de julho de 2016 às 10h48 | Saúde

Número de mortes por H1N1 chega a 68 em 27 municípios de MS

Nas duas últimas semanas houve crescimento de cinco casos

Por: G1

O número de mortes por H1N1 em Mato Grosso do Sul continua aumentando. Segundo o boletim epidemiológico, da Secretaria do Estado de Saúde (SES), divulgado nesta quarta-feira (6), informa que já chegou a 68 mortes em 27 municípios do estado. Nas duas últimas semanas houve crescimento de cinco casos.

Foram registradas mortes em: Água Clara (1), Antônio João (1), Aquidauana (1), Bataguassu (2), Campo Grande (19), Caarapó (3), Corumbá (2), Costa Rica (1), coxim (1), Douradina (1), Dourados (3), Glória de Dourados (1), Ivinhema (2), Jardim (4), Juti (1), Laguna Caarapã (2), Maracaju (3), Naviraí (7), Nova Andradina, Ponta Porã (1), Ribas do Rio Pardo (1), Rio Verde de Mato Grosso (1), Rio Brilhante (2), Santa Rita do Pardo (1), São Gabriel do Oeste (1), Terenos (1) e Três Lagoas (3).

As últimas mortes ocorreram em Campo Grande, um homem de 73 anos; Três Lagoas, um homem de 48 anos que morreu no dia 3 de julho; Maracaju, homem de 64 anos tinha diabetes e faleceu no dia 10 de junho. Por fim, em Jardim, um homem com problema renal crônico veio a óbito no dia 1º de julho e uma mulher de 32 anos que tinha diabetes morreu no dia 26 de junho.

O número de mortes por influenza B no estado permanece em três, mas as confirmações aumentaram de 18 para 24 em uma semana. As cidades com mais casos são a capital com seis, Corumbá com cinco, Dourado e Jardim com dois cada uma.

As confirmações por H1N1 mantém a média de 372 em quase todos os municípios. Ainda não registraram nenhum caso: Batayporã, Bela Vista, Caracol, Coronel Sapucaia, Dois Irmãos do Buriti, Itaquiraí, Jaraguari, Mundo Novo, Pedro Gomes, Porto Murtinho e Taquarussu. Uma morte por influenza A ainda não foi subtipado.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas