MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
02/03/2021
12 de fevereiro de 2021 às 07h16 | MS

Operação Carnaval 2021 começa hoje com forte esquema de segurança das Forças do Estado

Para evitar aglomerações e garantir o cumprimento do toque de recolher (veja matéria sobre decreto), reforço policial garantirá sossego da população em MS

Por: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
A Operação Carnaval 2021, que terá esquema especial de segurança elaborada pela Polícia Militar e Polícia Civil, começa nesta sexta-feira (12) e vai até quarta-feira (17). Com a flexibilização do toque de recolher em 49 municípios de Mato Grosso do Sul, o operação vai contar com Polícia Civil, Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros Militar e o Departamento de Operações de Fronteira (DOF). O plano apresentado na quarta-feira (10) em reunião do Comitê Gestor do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir), pelo secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, prevê ações de prevenção e coesão de crime que garantem a proteção à vida, ao patrimônio, bem como a segurança e a tranquilidade social e o cumprimento das medidas de biossegurança, como também a restrição de circulação de pessoas entre 23h e 5h da manhã (em 49 municípios) e das 22h às 5h (em 30 cidades) para evitar aglomerações de pessoas entre os dias 12 e 17 de fevereiro, feriado do carnaval. As polícias acreditam que com o cancelamento dos festejos de carnaval, os foliões devem aproveitar o feriado prolongado para viajar para cidades turísticas do interior do Estado, como Bonito, Rio Verde, Corumbá, Dourados, Três Lagoas e Costa Rica, por exemplo, havendo, portanto, aumento do fluxo de veículos nas estradas e risco de aglomerações urbanas, com consequente risco de contaminação pelo coronavírus. Polícia Militar Nesse período a Polícia Militar vai intensificar o policiamento ostensivo em todas as cidades de Mato Grosso do Sul, dando prioridade para as ações de caráter preventivo, com o objetivo de impedir ocorrências de ilícitos e de ações que comprometam a segurança das pessoas, que violem o patrimônio, afetem a tranquilidade da população ou que gerem aglomerações.
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas