MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
24/09/2020
14 de agosto de 2020 às 11h04 | Meio ambiente

Operação de combate às queimadas no Pantanal faz o número de focos de incêndio cair de 301 para 50

Bombeiros em ação no combate aos incêndios na Fazenda Brasil Fronteira, entre Corumbá e Porto Murtinho.

Por: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
Entre os dias 7 e 13 de agosto, a Operação Pantanal II, ação integrada dos governos estadual e federal que combate as queimadas no Pantanal de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, reduziu de 301 para 50 o número de focos de incêndio na região. A informação é do balanço do Corpo de Bombeiros de MS apresentado em coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (14) e transmitida pelas redes sociais do Governo do Estado. A Operação Pantanal II é comandada pela Marinha em Ladário, pelo contra-almirante Sérgio Gago Guida, em parceria com os governos estaduais de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, por meio do Corpo de Bombeiros dos dois Estados, com o apoio dos brigadistas do Ibama/Prevfogo, Defesa Civil, PMA, militares da Marinha e apoio logístico do Exército Brasileiro. A Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) coordena o comitê de ações no âmbito da administração estadual. “Sem todo esse esforço conjunto, a situação seria inimaginável. Tivemos uma redução expressiva no número de focos de incêndio no Pantanal, mas temos ainda os impactos na biodiversidade pantaneira, os prejuízos à fauna, à flora e à atividade econômica da região. Os combates continuam enquanto houver focos de incêndio no Pantanal. O governo proibiu as queimadas de qualquer natureza nesse período, seja em área rural ou urbana. Por isso, é importante que a população denuncie essa prática por meio do 193, para que possamos investigar e fiscalizar”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.Previsão de chuvas De acordo com o tenente-coronel Moreira, do CBMS, os focos atualmente se concentram em três áreas: Sesc Pantanal, no Mato Grosso; em Corumbá e na Terra Indígena Kadweus. “Nossa estimativa é de que, em Mato Grosso do Sul, cerca de 910 mil hectares do Pantanal foram queimados entre janeiro e agosto deste ano. Somados a cerca de 640 mil hectares no Mato Grosso, são 1,55 milhão de hectares de vegetação atingida pelo fogo no Bioma Pantanal em 2020”, informou o tenente-coronel.
Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas