MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
16/12/2017
17 de novembro de 2017 às 14h28 | Geral

Plantão do IPTU neste sábado reforça atendimentos para contribuintes aproveitar descontos

Nesta etapa os descontos são de 85% nos juros e 75% nas multas

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

Os contribuintes que não puderam vir à Prefeitura durante a semana para quitar seus débitos com o Município poderão aproveitar este sábado (18) para colocar as contas em dia. Das 8 até as 16 horas, a Central do IPTU, que está localizada na Rua Arthur Jorge, n.500, Centro, estará aberta para receber todos aquele que pretendem aderir a 2ª etapa do Refis.

Nesta etapa do programa, a prefeitura oferece desconto de 85% nos juros e na correção monetária no pagamento à vista e 75% nas multas, das dívidas tributárias e multas com o município. Exceção para multas de trânsito.

Quem optar pelo pagamento parcelado terá desconto de 70% nos juros e na correção monetária em 6 vezes, e 25% nos juros e na correção monetária em 12 vezes. Multas não serão parceladas. O programa segue até o dia 30 de novembro.

Nesta etapa do programa, a prefeitura oferece desconto de 85% nos juros e na correção monetária no pagamento à vista e 75% nas multas, das dívidas tributárias e multas com o município. Exceção para multas de trânsito.

Mais conforto

Para melhorar o atendimento e dar mais conforto ao usuário, cinquenta atendentes estarão à disposição, inclusive com caixas disponíveis no local, para recebimento dos tributos.

Nesta primeira quinzena da 2ª etapa do Refis, a Central do IPTU registrou 6,4 mil atendimentos. O local tem recebido uma média de 700 pessoas por dia.

Para o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, a média está dentro do esperado. “Tudo está dentro do comportamento esperado. É um movimento modesto, mas crescente. O atendimento deve se intensificar nestas duas últimas semanas, considerando que a população vai receber a 1ª parcela do 13º. É hora de aproveitar os descontos, que inclusive, são maiores que oferecidos no ano passado, já que não havia desconto sobre a correção monetária”, frisa.

 

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas