MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
20/11/2017
16 de junho de 2016 às 11h34 | Rural

Prazo de registro da vacinação contra febre aftosa no Planalto encerra nesta quinta-feira

Até o momento 15.785 animais da região do planalto tiveram sua vacinação registrada

Por: NotíciasMS
NotíciasMS

O prazo previsto no calendário oficial da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) para realização do registro da vacinação obrigatória da região do Planalto contra a febre aftosa, em Mato Grosso do Sul, encerra nesta quinta-feira (16).

Segundo o diretor-presidente do Iagro, Luciano Chiochetta, os números registrados no sistema até o momento ainda diferem da quantidade de doses da vacina adquiridas nas lojas agropecuárias. “Os produtores adquiriram as doses, certamente procederam com a vacinação, mas ainda não acessaram o sistema SANIAGRO para registrar a quantidade de animais vacinados”.

Dos 16,6 milhões de animais da região do planalto, até o momento, 15.785 tiveram sua vacinação registrada, ou seja, 95,13%. Luciano lembra que a não inclusão dos dados no sistema da Iagro dentro do prazo, pode fazer com que os números desta vacinação não alcancem os 99,4% obtidos na última campanha, que colocaram Mato Grosso do Sul em terceiro lugar no ranking da eficiência vacinal do País. O procedimento para registro, segundo ele, é considerado simples e leva apenas alguns minutos.

O pecuarista que não registrar a vacinação dentro do prazo ainda está sujeito à multa que corresponde a 1 (uma) UFERMS – Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul – por animal. A unidade teve seu valor estabelecido para o mês de junho em R$ R$ 23,63.

Vacinação

A vacinação contra a febre aftosa na região do Pantanal também será encerrada nesta quinta-feira. O registro dos animais vacinados nesta região vai até o dia 1º de julho.

Regiões

A região de Fronteira, antiga ZAV (Zona de Alta Vigilância), é o território vizinho à Bolívia e Paraguai, composto pelos municípios de Antônio João, Mundo Novo, Japorã e parte dos municípios de Aral Moreira, Bela Vista, Caracol, Coronel Sapucaia, Corumbá, Ladário, Paranhos, Ponta Porã, Porto Murtinho e Sete Quedas.

A do Pantanal é formada pelas áreas inundáveis de Corumbá, Ladário e em parte dos municípios de Coxim, Miranda, Aquidauana, Porto Murtinho e Rio Verde de Mato Grosso. Já a região do Planalto é formada pelos demais municípios fora das regiões citadas, onde não há inundação nos períodos chuvosos.

O IAGRO mantém escritórios em todos os municípios e disponibiliza também aos produtores o disque-aftosa – 0800 679120 – para esclarecer dúvidas e oferecer orientações.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas