MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
15/12/2018
14 de agosto de 2018 às 09h23 | Geral

Preço do milho em Mato Grosso do Sul tem valorização de 3,72%

No acumulado de agosto, em comparação com o mesmo período de 2017, houve alta nominal de 88%

Por: Da Redação

Mesmo com a colheita ainda pela metade e diante das incertezas quanto à produtividade, o preço do milho safrinha subiu 3,72% entre os dias 6 e 13 de agosto em Mato Grosso do Sul. Boletim da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária) aponta que no acumulado de agosto, em comparação com o mesmo período do ano passado, houve alta nominal de 88%.

Caarapó teve a melhor valorização nos sete dias analisados. A saca passou de R$ 30 para R$ 33, o que corresponde ao acréscimo de 10%. Os produtores em Dourados também estão recebendo esse mesmo preço pelo grão, mas a valorização no período foi de 6,45%, já que no dia 6 a saca estava cotada a R$ 31.

Maracaju e Ponta Porã não tiveram variações e mantiveram o milho safrinha tabelado em R$ 31 e R$ 30, respectivamente.

No acumulado do mês, o produto teve valorização de 7,49% no estado, conforme a Famasul. Em São Gabriel do Oeste a alta chegou aos 10,71%. Nesse município, o grão está sendo comercializado por R$ 31.

Produtores do estado já haviam vendido 39,12% da colheita até essa segunda-feira (13). O montante está um ponto percentual atrás do volume comercializado na safra passada, resultado da insegurança causado pelo tabelamento no preço do frete.

Estima-se uma área plantada de 1,7 milhão de hectares no ciclo 2017/2018, com uma produção aproximada de 6,936 milhões de toneladas. A produtividade média deve manter-se em 68 sacas por hectare. A área colhida de milho safrinha atingiu 53,3% no último dia 10.

Os trabalhos estão mais avançados na região norte, onde Alcinópolis, Coxim e Pedro Gomes já concluíram os trabalhos.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas