MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
21/10/2017
14 de abril de 2017 às 09h06 | Geral

Prefeitura começará estudo para revitalizar feira central

A feira foi totalmente reformada em outubro de 2006 mudando-se para a antiga Estação Ferroviária

Por: Da Redação
Divulgação

Com o apoio da prefeitura de Campo Grande, teve início ontem (13) à noite a 10ª edição do Festival do Peixe da Feira Central. Na abertura do evento, o prefeito Marquinhos Trad assinou um protocolo de intenções junto com o Iphan e o Sebrae, que prevê estudo para a revitalização desse local, que é um dos pontos turísticos mais visitados da capital do Mato Grosso do Sul. A feira foi totalmente reformada em outubro de 2006 mudando-se para a antiga Estação Ferroviária de Campo Grande.

Em seu discurso, o prefeito ressaltou a importância do espaço para a população. “Aprendi a frequentar a feira com a minha mãe, quando ela ainda funcionava na Padre João Crippa. A feira é definitivamente um local familiar. Esse espaço é nosso e de todos aqueles que amam a nossa cidade”.

A secretária Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), Nilde Brun, explica que esse protocolo é o primeiro passo do processo de melhoria da feira central. “Estudo do Sebrae mostrou que esse espaço daqui a três ou quatro anos poderá sofrer decadência caso não haja uma melhoria na estrutura física, principalmente. A ideia é unir forças, a prefeitura juntamente com o Iphan e Sebrae, para restaurar o que for necessário visando melhor desempenho tanto dos empresários que dependem da feira como um melhor acolhimento daqueles que vêm para a feira central”.

A presidente da Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande – Afecetur, Alvira Appel, comemorou a novidade. “Essa revitalização vai atender a altura uma exigência qualificada dos nossos clientes”.

O 10º Festival do Peixe da Feira Central vai até domingo (16) com diversas atrações. A prefeitura participa com espaço onde está montado dois aquários e uma equipe de monitores que falarão sobre a piscicultura, sua importância, comercialização, produção, viabilidade e instalações.  Também estarão presentes o IBAMA e a Polícia Militar Ambiental (PMA).

Nesta sexta (14), a feira abre às 12 horas. A maioria das barraquinhas vão apresentar pratos diversos feitos à base de peixe, além das comidas tradicionais já vendidas no local.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas