MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
26/09/2018
12 de julho de 2018 às 12h24 | Geral

Prefeitura conclui obras de drenagem e recapeamento na região do Parque dos Poderes

A última etapa da obra começou há seis meses

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

A Prefeitura de Campo Grande concluiu as obras de drenagem e recapeamento no entorno do Parque dos Poderes, que ganhou uma nova ligação entre as avenidas Mato Grosso e Desembargador Leão Neto do Carmo.

A nova via, com 570 metros de extensão, facilitará o acesso a várias repartições, incluindo a Receita Federal, Fórum Eleitoral, Tribunal de Justiça e macroanel, no trecho em frente do campus da Uniderp Agrárias.

No momento estão sendo finalizados serviços de abertura de boca de lobo e nos próximos dias a via receberá nova iluminação pública.

A última etapa da obra começou há seis meses na Avenida Leão Neto do Carmo, que foi recapeada ao longo de sua extensão, 2,4 quilômetros, entre a Avenida Hiroshima e o macroanel.  Antes disso, recebeu mais de um quilômetro de drenagem (1.109 metros), tubulação iniciada perto do comando da Polícia Militar, que garante o escoamento da enxurrada de bairros próximos, como o Eco Parque e Danúbio Azul.

A rua também recebeu tubos de polietileno de alta densidade (PEAD corrigados), com 1,2 metro de diâmetro, enterrados a seis metros de profundidade (para garantir maior declividade). Um material resistente, que por ser liso internamente, garante mais facilidade de manutenção.

Além da Leão Neto do Carmo, receberam drenagem e foram recapeadas as ruas: Rio Claro e Barra Funda, do Diário, da Academia de Polícia e Delegado Carlos Roberto Bastos de Oliveira. Esta   rede de drenagem foi projetada para captar as águas pluviais que descem de vários bairros no entorno do Parque dos Poderes, como o Jardim Futurista e Eco Parque, e levar a enxurrada até o piscinão projetado para os altos da Avenida Mato Grosso.

O volume de água que escorria superficialmente era tão grande, que periodicamente o pavimento da Avenida Leão Neto do Carmo tinha trechos arrancados com a força da enxurrada.

 

Outra frente da drenagem concluída vai ajudar os problemas de alagamento nas laterais da Avenida Vitório Zeolla. Estão implantados 330 metros de tubulação, a partir da Rua da Fortuna, que passa pela Rua das Folhagens e atravessa a Praça Bosque da Paz, conectando-se com a rede existente na Rua Pedro Martins.

Mata do Jacinto

Todas estas obras fazem parte do Complexo Mato do Jacinto Etapa D, que foram retomados ano passado pela Prefeitura. Estão sendo investidos em torno de R$ 11 milhões, abrangendo intervenções para controle de enchente, pavimentação e a construção de um piscinão nos altos da Avenida Mato Grosso, com capacidade para retenção de 22 milhões de litros. Já foi feita uma travessia em tubo Armco sob a pista, para escoamento da enxurrada que desaguará no Córrego dentro do Parque das Nações Indígenas.

Também foram recapeados trechos da Avenida Mato Grosso (entre a Ceará e Avenida Hiroshima); Antônio Maria Coelho (a partir da Rua Furnas); avenidas Hiroshima e Santa Luzia.

 

 

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas