MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
24/09/2017
19 de agosto de 2017 às 12h05 | Geral

Prefeitura lança projeto para resgatar dignidade da pessoa em situação de rua

O projeto não atende apenas uma região, mas todas as pessoas que moram nas ruas

Por: PMCG
Divulgação/PMCG

A programação dos 118 anos de Campo Grande contou ontem (18) com um evento humanizado e voltado para população de situação de rua. O prefeito Marquinhos Trad e o secretário de Governo, Antônio Lacerda, assinaram o decreto de instituição do Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento das Políticas Públicas Voltadas à População em Situação de Rua e do termo de cooperação para efetivação do Projeto Banho de Cidadania entre a Prefeitura de Campo Grande, Secretaria Municipal de Governo, Subsecretaria dos Direitos Humanos, Àguas Guariroba, Consórcio Guaicurus e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Ao discursar, o prefeito Marquinhos Trad enalteceu a importância da criação do comitê intersetorial que minimiza o sofrimento dos moradores de rua e a criação do ônibus dotado de chuveiro que atenderá a população de rua.

“Quero agradecer os parceiros, Águas, Consórcio Guaicurus e a universidade por apoiar o projeto e nossa equipe de trabalho dos Direito Humanos que teve a brilhante ideia de montar este ônibus que não será somente para o banho, mas que vai resgatar a dignidade dos moradores de rua de nossa Capital. Este é um projeto que não atende uma região, mas todas as pessoas que moram nas ruas. Toda a cidade será agraciada por um projeto que contará com a ação de pessoas solidárias”, declarou.

Uma pessoa ilustre participou do evento. A ex-moradora de rua Mara Alice dos Santos saiu das ruas, formou-se em assistência social e ajuda os moradores de rua. “Estou feliz por participar deste evento e você não sabe como é difícil implantar um projeto desses. Morar na rua não é nada fácil e ninguém nasceu para morar na rua. Este projeto tem tudo para dar certo e muito obrigado pelo convite para participar deste evento”, agradeceu.

A representante do comitê Gestor de Políticas Públicas para os Moradores de Rua, Barbara Cristina Rodrigues, disse que a melhor coisa que o prefeito Marquinhos Trad fez foi a criação da Subsecretaria de Direitos Humanos.DSC_0784

“Estamos aqui com várias entidades para criar políticas públicas para os moradores de rua. Muitas pessoas estão nas ruas porque alguma consequência levou a esta situação. Cabe a nós dar apoio e fazer este resgate e colocar de volta na sociedade”, avaliou.

Comitê

O comitê que terá a participação de representantes titulares e suplentes do Poder Público, Sociedade Civil e instituições que trabalham com a população em situação de rua. Terá o dever de acompanhar e monitorar as políticas públicas voltadas a essa população que estão em estado de vulnerabilidade social.  Colocando em prática a normativa que desde 2009 que regulamenta os comitês.

De acordo com o subsecretário da Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos, Ademar Vieira Júnior, o projeto “Banho de Cidadania” nascido de uma parceria entre Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos, Coordenadoria de Proteção a População em Situação de Rua e Políticas Antidrogas, Consórcio Guaicurus e Águas Guariroba. Implantará em Campo Grande uma iniciativa inovadora no Brasil.

 “A adaptação de um ônibus equipado com chuveiros de água aquecida, vestiários, vaso sanitário, pia, além de fornecer “kits de Higiene” e atenderá diariamente a população em situação de rua proporcionando condições para a higiene pessoal básica e atendimento de equipe multiprofissional com informações sobre demais serviços ofertados pela rede municipal tendo isso como um primeiro passo do processo de reintegração social”, frisa Ademar Vieira Júnior.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas