MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
13/12/2018
07 de agosto de 2018 às 10h51 | Geral

Presidente da FPA participa do Congresso Brasileiro do Agronegócio

A Frente é comandada pela deputada federal de MS, Tereza Cristina

Por: Assessoria
Foto: Gerardo Lazzari

A presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputada Tereza Cristina (DEM-MS), participou nesta segunda-feira (6) do Congresso Brasileiro do Agronegócio, em São Paulo. Na ocasião, a presidente lembrou os resultados positivos conquistados pelo setor agropecuário brasileiro, em 2017 e neste ano, que culminaram na volta do crescimento da economia nacional, após período de crise.

A deputada também mostrou os últimos dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que contribuíram para o controle na inflação por meio da baixa nas taxas de juros e nos índices de consumo, além dos bons resultados das exportações brasileiras e na geração de renda e emprego no Brasil.

Segundo dados do IBGE, atualmente, o setor agropecuário representa 21% do PIB (Produto Interno Bruto) do país e é responsável também por metade das exportações totais brasileiras. O PIB brasileiro cresceu 1%, em 2017, primeiro resultado positivo após 2 anos seguidos no vermelho, e o setor agropecuário alcançou 13,4%, maior crescimento desde 1996. Os setores de indústria e serviços ficaram estagnados e tiveram variação positiva de apenas 0,1%.

Para Tereza Cristina, o evento mostra a relevância do setor agropecuário no mercado nacional e mundial, bem como nos impactos diretos à sociedade, como o controle da inflação e a melhora dos preços e do poder de compra da população. O consumo das famílias brasileiras demonstrou melhora, com crescimento de 2,8%, no primeiro trimestre de 2018, segundo o IBGE.

“Produzindo mais a menores preços, o setor contribuiu com um maior abastecimento e com o controle da inflação. E isso atinge diretamente uma parcela de mais baixa renda da população”, destaca a presidente.

Para ela, nomes de peso e debates de qualidade técnica expressiva fazem do evento um marco para o setor produtivo nacional. “Na comemoração desses 25 anos de existência, a Abag trouxe um evento de peso que mostra o prestígio conquistado pelo campo e pela produção rural brasileira”, disse Tereza Cristina.

 

 

Homenagem – Durante o evento, a deputada também entregou o Prêmio Ney Bittencourt de Araújo – Personalidade do Agronegócio ao presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins da Silva.

Na homenagem, Tereza Cristina relembrou a trajetória profissional do presidente e sua extensa experiência e expertise no setor produtivo nacional, bem como nas necessidades do produtor rural e nos desafios do país no segmento agropecuário para os próximos anos.

Melhorias na infraestrutura e logística, acesso a tecnologias e insumos mais modernos, agenda focada em políticas públicas de médio e longo prazo para a produção rural e uma maior interlocução entre os Três Poderes foram alguns dos desafios elencados.

O evento – Realizado pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), o evento discutiu o peso geopolítico que o Brasil tem no campo da segurança alimentar e energética, a fragilidade logística do país e as consequências para a economia brasileira. Também foi debatido, por meio de painéis e palestras, as fontes de financiamento do agronegócio, as relações comerciais do Brasil no mercado internacional, e os desafios e prioridades de um novo governo, em ano de eleições presidenciais.

Para o presidente da Abag, Luiz Carlos Corrêa Carvalho, é preciso estar em sintonia com o pensamento de um país mais aberto ao comércio internacional, seja na exportação como na importação. “Nações com esse perfil crescem mais rápido e com melhor qualidade de vida. A circulação de bens, serviços e capital permite aproveitar as oportunidades oferecidas pelos mercados e as cadeias de produção globais. Devemos impulsionar o potencial exportador do agronegócio para seguir nesse caminho”, destacou o presidente.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas