MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
19/09/2017
05 de outubro de 2016 às 08h11 | Geral

Primeira-dama Marcela Temer fará trabalho voluntário em programa voltado a crianças

Programa, voltado para crianças pobres, terá Marcela como embaixadora

Por: Da Redação

A primeira-dama Marcela Temer foi ao Palácio do Planalto na manhã desta quarta-feira (5), ao lado do presidente Michel Temer (veja vídeo abaixo), para participar do lançamento do programa Criança Feliz, do qual será embaixadora. Ela assistiu ao evento no palanque das autoridades e fez um discurso de três minutos.

Marcela disse que o trabalho dela será "sensibilizar" a sociedade para ações que possam "melhorar a vida das pessoas" e ressaltou que trabalhará de forma voluntária. O Criança Feliz terá como alvo crianças pobres do Bolsa Família.

"Quem ajuda aos outros, muda a história de vida. Por isso, fico feliz em colaborar em causas sociais do país. Cada brasileiro, desde a gestação, importa para o desenvolvimento do Brasil. Nossas responsabilidades aumentam a cada dia, e os desafios também. Meu trabalho será voluntário, para mobilizar e sensibilizar a sociedade em torno de ações para melhoria na vida das pessoas", disse a primeira-dama.

Marcela abordou os cuidados na primeira infância e afirmou que uma criança que, desde o início da vida, recebe o tratamento adequado, tem mais chances de ter um desenvolvimento saudável nos anos seguintes.

"Cercada de carinho e cuidados específicos desde a gravidez, uma criança terá mais possibilidades de aprendizado quando chegar à escola. Os cuidados na primeira infância, por exemplo, ajudam a inibir o comportamento agressivo e violento na adolescência. Dessa forma, esse adolescente se tornará um adulto mais preparado para a vida", continuou Marcela.

"O programa Criança Feliz, na sua plenitude, atenderá ao longo do tempo milhões de pequenos e pequenas que já são atendidos pelo programa Bolsa Família. É isso que o Brasil espera de nós: compromisso no presente para que o futuro de todos seja melhor", concluiu a primeira-dama.

Para acompanhar a iniciativa no governo federal, Marcela, 33 anos, terá um gabinete no terceiro andar do Planalto, no mesmo pavimento em que seu marido despacha.

Dois assessores do palácio chegaram a ser realocados de salas para abrir espaço para a primeira-dama no terceiro andar do prédio. A sala de Marcela tem vista para a Praça dos Três Poderes, onde estão localizados, além da sede do Executivo federal, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Como embaixadora do Criança Feliz, caberá à primeira-dama divulgar o programa e promover eventos e reuniões com estados e municípios.

Michel Temer

Logo após a fala de Marcela, o presidente Michel Temer fez um discurso. Ele afirmou que o Criança Feliz é uma ação para os setores mais frágeis da população que, segundo ele, precisam de mais auxílio do Estado.

Temer ressaltou que o governo se preocupa com ações na área social e deu como exemplo o fato de ter reajustado o valor do Bolsa Família, que há dois anos não tinha aumento.

"O Criança Feliz visa o amparo à criança naquele período de formação. Para o futuro, para aqueles que vão dirigir o país no futuro. O que queremos é sistematizar essas ações para unir o Brasil”, afirmou o presidente.

Criança feliz

O programa é coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS) e terá um aporte inicial de R$ 300 milhões. A iniciativa, de acordo com o governo, terá o objetivo de fortalecer políticas públicas para a primeira infância.

O foco do programa serão as crianças de até 3 anos de idade cujas famílias são beneficiárias do Bolsa Família. A meta do Executivo federal é atender mais de 4 milhões de crianças em todo o país até 2018.

A ajuda às crianças beneficiadas pelo programa não será financeira, mas se dará por meio de visitas semanais de especialistas na residência das famílias atendidas. Todas as ações visam reduzir o baixo desenvolvimento e a mortalidade infantil.

Conforme o Ministério do Desenvolvimento Social, os especialistas que atuarão no Criança Feliz irão orientar os pais sobre atividades do dia a dia, como a forma correta de escovar os dentes dos filhos. Eles também vão alertar, segundo o governo, para datas de vacinações, sobre a importância de pesar as crianças, além de identificar bebês em situação de risco e violência.

De acordo com o ministério, o projeto vai contar com a ajuda multidisciplinar de centros de referência de assistência social, escolas e pedagogos.

O Criança Feliz tem como referência programas municipais de Pelotas (RS), Arapiraca (AL), Boa Vista (RR) e São Paulo (SP) voltados ao desenvolvimento infantil.

O projeto gaúcho Primeira Infância Melhor, uma das referência do programa federal que terá Marcela Temer como embaixadora, foi criado em 2003, quando o atual ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, era secretário de Saúde do governo do Rio Grande do Sul.

A iniciativa deverá seguir as diretrizes do Marco Legal da Primeira Infância, sancionado pela ex-presidente Dilma Rousseff em março deste ano.

A adesão dos municípios ao programa é voluntária. Segundo o governo federal, neste ano, nove estados (Acre, Alagoas, Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo) mais 95 localidades que contam com projetos parecidos devem aderir ao Criança Feliz.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas