MSRepórter - Notícias de Campo Grande-MS
23/07/2019
01 de abril de 2019 às 12h15 | Geral

Professores e administrativos do Estado receberão curso de formação em Primeiros Socorros

Curso, com duração de 20h/aula, será oferecido na modalidade de Ensino à Distância

Por: GOV MS
Divulgação/GOV MS

A Fundação Escola de Governo (Escolagov), em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS) e a Secretaria de Estado de Educação (SED), realizaram na última semana na Escola Estadual Emygdio Campos Widal, em Campo Grande, os preparativos para a formação em noções básicas de Primeiros Socorros para professores e demais funcionários dos estabelecimentos da Rede Estadual de Ensino (REE).

Curso, com duração de 20h/aula, oferecerá noções básicas de primeiros socorros para cerca de mil professores e funcionários dos estabelecimentos de Ensino da Rede Pública Estadual.

De acordo com a coordenadora de Formação Continuada (CFOR), Alessandra Beker, todas as 366 escolas da Rede Estadual, dos 79 municípios de MS, passarão pelo curso, que será realizado na modalidade à distância (EaD), por meio do Portal do Aluno da Escolagov: “Os módulos serão divididos em videoaulas com material interno e externo, atividades e vídeos motivacionais, que serão ofertados para todo corpo o docente e administrativo, o que é de extrema importância para o bem-estar de toda comunidade escolar”, disse.

Seguindo orientações legais, a diretora de Educação Continuada da Escolagov, Silvana Maria Marchini Coelho, relata que o curso terá 20h/aulas e atingirá, inicialmente, mil servidores públicos estaduais. Por ser desenvolvido em EaD, permite que tutores e cursistas estejam em ambientes físicos diferentes: “A adequação dos servidores com o melhor horário para o curso permitirá que as atividades corriqueiras, nos estabelecimentos de ensino, não sejam prejudicadas”, destacou Silvana.

O sargento Rodrigues Junior, da Academia de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, relatou que os módulos oferecidos estarão centrados em questões primordiais. “Estamos focados em dinamizar as videoaulas em noções de parada cardiorrespiratória, síncope (mal súbito, definido como perda transitória e autolimitada da consciência, seguida de recuperação espontânea sem intervenção terapêutica e habitualmente acompanhada de perda do tônus postural, além de obstruções de vias orais e crise convulsiva, bem como noções de procedimentos em caso de traumas, quedas, cortes e fraturas”, finalizou o sargento.

A obrigatoriedade da formação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários dos estabelecimentos de Ensino da Rede Pública e Privada, tanto de Educação Básica quanto Recreação Infantil, em todo País, surgiu após a publicação da Lei nº 13.722, de 4 de outubro de 2018, publicada no Diário Oficial da União (DOU) na mesma data.

A Lei Lucas, como ficou conhecida, recebeu esse nome após a mobilização da família do menino Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, que se engasgou com um lanche servido em uma excursão. Com asfixia mecânica, ele foi transferido para um hospital e, após uma série de paradas cardíacas, veio a óbito. O caso ocorreu em Campinas, interior de São Paulo, em setembro de 2017.

Formação

O curso estará disponível a partir da segunda quinzena de abril. A SED encaminhará às escolas, por meio de Comunicação Interna (CI), orientações acerca da realização das inscrições e dos procedimentos para a participação na formação.

Comente esta Noticia
Notícias Relacionadas